Aqui jaz a menina que sonhou, sorriu, amou, se deu por inteira e se quebrou. A que se machucou, se perdeu e se encontrou inúmeras vezes. Aqui jaz a criança feliz e bonita por dentro, isso antes de ser corrompida. Jaz a filha, a mulher, a amante e amiga perfeita. Aqui jaz aquela cuja capacidade de ter esperança nunca há de morrer mesmo depois da morte. Jaz aquela que estava loucamente apaixonada e submissa ao homem amado. Jaz também a linda garota que um dia foi amada, teve carinho e cresceu com o sofrimento dentro de si. Jaz o passado, nasce o presente. Aqui nasce uma garota forte, que aprendeu com os erros cometidos e pretende não cometê-los novamente, nasce a garota que valoriza um sorriso, mas que sabe que nem sempre eles estão disponíveis. Nasce aquela que aceita as lágrimas escorrerem do rosto, mas que também faz de tudo para que elas não surjam. Nasce a infame, a crítica, a louca, a que não pensa antes de fazer, mas que pensa antes de não fazer. Nasce a mulher, filha, amiga e amante cujo o objetivo agora é esquecer daquela que jaz no túmulo, e se lembrar da que nasce e pretende fazer tudo completamente diferente da que morreu.