Um justo que alivia o peso dos que carregam fardos...

Fadados todos, a terra igualmente.

Uma luta incontestável para lançar um feitiço, sobre o seu destino...

Como uma sombra se erguendo do chão.

Neste mundo sem cor o futuro foi consumido por desgraça, desordem e desespero.

Se minha razão de existir esta aqui, deixarei de ser dependente e esperançoso.

Mesmo se eu abaixar a cabeça e fechar meus olhos...

As presas famintas por dor nunca desaparecerão.

Este mundo esta preste a cair em ruínas.

Os outros, com maldição que se contorcem e rastejam por todo o lugar.

Vão continuar lutando, não sabendo o motivo...

Com o medo, dor e lágrimas eu me mantenho firme.