Deise agora estava a fazer com que Carol saisse de casa.

Deise: Sabe eu entendo o que se passa com voce, mas voce tem que superar isso, sair com seus amigos, curtir, passear, namorar.

Carol: não fala em namorar, por favor, a unica pessoa que eu amei na vida foi a Marilia, eu pedi pra ela não ir, pedi pra ficar aqui comigo, mas ela nao me ouviu.

Deise: sabe a morte quando chega pra uma pessoa, nao tem como evitar, se ela não tivesse ido morreria aqui de qualquer jeito e poderia ser na sua frente, o que seria muito pior para voce.

Carol: eu não acredito nessas coisas professora.

Deise: O destino sabe o que faz, quando uma pessoa sai de nossa vida, é por que tem outra para ocupar o lugar de quem passou, nada entra e sai de nossa vida sem um proposito, voce é inteligente Carol, deveria pensar nisso. Volte a viver, voce triste assim entristece todos os que estaõ ao seu redor, seus pais, seus amigos, a mim...

Deise silenciou e olhou para seus pes, Carol olhava pela janela.

Deise: e fora da escola pode me chamar somente de Deise, esqueça eu como sua professora, sou alem disso, eu sou sua amiga.

Carol: hehe...brigada

Deise: pelo menos tirei um sorisso de voce.

Carol: parabens.

Deise: bem agora devo ir, tenho coisas para fazer. promete que ficara bem?

Carol: sim sim, ficarei.

Deise: otimo

Deise ia saindo na porta quando parou ao ser chamada por Carol

Carol: Profes... Deise, obrigada.

Deise balançou a cabeça positivamente e saiu do quarto.

RESIDENÇIA FAMILIA BRANDÃO

Miguel ja havia chegado, os garotos ja iam colocar o filme que Gabriel trouxe " Orações para Bobby"

Rafael: ja ouvi falar desse filme, é baseado em fatos reais, ja vi o trailer na net uma vez, e me emocionei so em ver, é muito lindo e triste.

Gabriel: aham, por isso escolhi esse.

Miguel fez um sinal com a cabeça para Igor se retirar com Rafael. Igor obedeceu.

Igor: Rafa, vamos pegar o resto da pipoca logo, por que assim nao precisamos sair no meio do filme, ja que é tão bom assim, não quero perder nem um minuto.

Rafael: é boa ideia, vamos

Sairam. Gabriel se afastou do local que Miguel estava. Miguel tomou a iniciativa e falou

Miguel: ei, para de ser criança, ja me arrependi, me desculpe.

Gabriel: não começa, se tivesse se arrependido teria contado a verdade a Rafael.

Miguel: mas eu não posso, sabe como o Rafa ama o Igor, sabendo a verdade acabaria com o relacionamento deles, e sei a dor que to sentindo por ter perdido voce, acredite em mim

Gabriel: impossivel de acreditar, cara, me deixa em paz por favor, talvez um dia eu encontre a pessoa certa para mim, talvez essa pessoa seja muito melhor do que voce, e que me entenda.

Miguel calou-se ao ver uma lagrima cair do rosto de Gabriel.

Miguel: me desculpe se eu te fiz sofrer, peço de coração.

RESIDENÇIA DE TONiA

Tonia chegou correndo em casa e nervosa, se li tivesse muita coisa ali ela sairia quebrando tudo na casa.

Tonia: ahhhhhhh... Droga, o que foi que eu fiz?

Tonia estava chorando e com raiva de se propria, se jogou contra  a parede e caiu no chão, com dor no braço que batera na parede.

Tonia: eu não queria Ricardo, me desculpe, o que eu fiz meu Deus, o que eu fiz?

Tonia se encolheu no chão frio com as lagrimas caindo em seu rosto. queria sumir novamente, queria fugir.

RESIDENÇIA DE MAICON

Fernando continuava a mexer nos cabelos de Maicon que estava deitado no seu colo.

Fernando: Voce me ama mesmo?

Maicon: claro Nando, é estranho, mas sim, me apaixonei por voce.

Maicon se levantou e beijou Fernando de lingua.

Fernando: sabe eu nunca namorei com ninguem, o unico garoto que eu beijei querendo foi o Theo, o Pedro ele foi diferente fui forçado, perdi minha virgindade a força, é horrivel, por que ele é assim?

Maicon: as vezes esse tipo de gente ja sofreu a mesma coisa, e fica repetindo em outras pessoas.

Fernando:eu lembro quando eramos amigos, ele cuidava muito de mim e do Theo, nos protegia de tudo, agora se juntou ao mesmo grupo que nos atormetava para nao se atormentado tambem, apesar de tudo, voltaria a ser amigo dele.

Maicon: verdade?

Fernando: sim, digo que tenho odio dele, mas não chega a tanto, o pai dele fugiu a mãe não liga pra ele, talvez no fundo dele exista um humano querendo ser salvo.

Maicon: voce é uma pessoa especial Nando, não merecia sofrer tanto assim, nunca conheci ninguem igual a voce.

Maicon viajou em seus pensamentos

Maicon: " Se eu pudesse te falar tudo"

Fernando deitou -se sobre o peito de Maicon.

RESDENÇIA FAMILIA ALVES

Carol estava olhando as aves na arvore pela sua janela, seus pensamentos estava em Deise, no que a professora lhe falou

Carol: acho que ela tem razão, a Marilia não queria nem mais ser minha amiga, ela saiu para dar lugar a outra pessoa, mas quem sera?

A menina relembrou de tudo que Deise lhe disse.

*** Entristece a todos, seus pais, seus amigos e a mim***

Carol: não, sera? nao tem como ela é uma professora e eu uma aluna, estou imaginando coisas, so pode.

Carol saiu do quarto pela 1° vez depois da morte de Marilia.

RESIDÊNCIA FAMILIA MATARAZZO

Ricardo estava sentado em sua cama, abraçado ao seu travesseiro, encharcado de lagrimas.

Ricardo: eu sou mesmo idiota, entrenguei todo o meu amor, para uma pessoa que estava so me usando, todos que eu quero ao meu lado acabam me abandonando. Meu pai, Amanda e agora você tonia

LEO

Leo finalmente chegou ao lugar de onde vinha a chamada o telefone, era conhecido por ele, alguns meses atras ele tivera ali para pagar e pegar as drogas.

Leo: pois então Matoquente, aqui estou.

Matoquente era o apelido do dono do local, o maior traficante da area.

Leo: o que quer de mim?

Matoquente: lembra que eu te disse que ia em breve te chamar, quando descobrisse uma forma de voce ganha dinheiro para me pagar?

Leo: sim, então conseguiu?

Matoquente: sim, agora so falta voce aceitar

Leo: e o que é?

Matoquente: voce ira entrar para gangue de assalto, iremos fazer um assalto, topa?

Continua...

Bem galera, sei que esse capitulo ficou pequeno, mais é porque hoje nao tive muito tempo para escrever, recompenso na proxima. obrigado