"- NÃO VÁ AINDA NÃO!! "

VEJO MINHA MÃE  E EU ENQUANTO BRINCAMOS MAS NÃO VEJO SEU
ROSTO PERCEBO QUE A IMAGEM COMEÇA A SE APAGAR E EU COMEÇO A CAIR,ATE QUE PARO
NO AR COMO SE EU ESPERASSE QUE ALGUÉM APARECESSE PARA ME RECOLHER, MAS NADA
ACONTECE FICO ALI IMÓVEL OU PELO MENOS É O QUE PARECE SEM PERCEBER DIREITO O QUE
ESTAVA ACONTECENDO PELA VASTA ESCURIDÃO, EU SINTO ALGO PROFUNDO PENETRAR A
MINHA PELE E COMEÇAR A CORTÁ-LA COMEÇO A GRITAR E GRITAR MAS NÃO SAI SEQUER UM RUÍDO
DE MINHA BOCA ME SINTO CAIR SOBRE ALGO QUE ME ESPETA ATRAVESSANDO MEU CORPO.

FECHO MEUS OLHOS COM FORÇA E QUANDO OS ABRO ESTOU DEITADA EM UMA CAMA EM UM
QUARTO TODO ROSA COM MOVEIS BRANCOS E POLTRONAS VERMELHAS  COM UMA ENORME  ESTANTE COBRINDO O CHÃO E O TETO DE LIVROS,
LIVROS VELHOS COM CAPA DE COURO VELUDO E ALGUNS MAIS NOVOS COM CAPAS
SIMPLES. 
OLHO PARA A MINHA PRÓPRIA CAMA COBERTA POR COLCHAS DE RENDA AZUL SOBRE O
TECIDO DE COR BEGE CLARA QUE SESTA AMONTOADO A MEUS PÉS, E ME VEJO NUA DO LADO
DE UM HOMEM. ENVOLTA APENAS EM UM LENÇOL DE CETIM  VERMELHO COM MESCLAS BRANCAS ,ME ENROLO NO
LENÇOL E SAIO DA CAMA PARA VER QUEM ERA O HOMEM.

O RECONHEÇO ENTÃO SAIO CORRENDO
DA CAMA E ME ATIRO SOBRE A POLTRONA VERMELHA, LÁ FICO ENCOLHIDA  OLHANDO PARA AQUELE CORPO SOBRE MINHA CAMA,COMEÇO
A ME AFOGAR EM LÁGRIMAS E TOSSIR ELE ACORDA ME VÊ SOBRE O SOFÁ E SAI CORRENDO
DA CAMA GRITANDO:



- NÃO VÁ AINDA NÃO!! FIQUE KATE NÃO VÁ ESPERE AINDA NÃO VÁ!!!



TUDO FICA NOVAMENTE ESCURO
E SEU ROSTO COMEÇA A SUMIR. 

continua ...