Doçura

10 de Junho de 2014 Edson veloso Contos 622

Você me mostrou o quanto eu poderia ser especial. Fez-me rir quando eu deveria chorar e me fez acreditar novamente em algo que eu queria esquecer. Quando eu estava em uma profunda solidão, você me mostrou que o amor, às vezes, pode fazer muito mais que ferir, muito mais. Você me ensinou a ser feliz, quando eu mesmo já nem queria, quando eu há muito havia esquecido o que era felicidade. Que eu não deveria ter medo de errar, por que me amaria de qualquer forma. Você encontrou e me entregou a poesia escondida no meu coração. Deu brilho aos meus olhos, doçura enquanto falo. Devolveu-me sonhos, e o desejo de realizá-los, acreditou em mim, quando nem eu mesmo sabia o porquê de estar lutando. 

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 1 hora

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 6


ETERNAL (rondó) há 14 horas

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 6


Sintomático há 20 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 40


"Minha humilde casinha" há 3 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 20


Se Poema For Oração há 3 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 81


"Bailei com a solidão" há 3 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 17