Descobertas Adolescentes-Cap-35:

23 de Junho de 2014 guilherme Contos 898

Parte 1:

Ricardo e Tonia pararam e olharam para Theo, incrédulos. Theo estava abobalhado.

Ricardo: Você tem certeza?

Theo: Sim sim, tenho, o vi no aniversario de Pedro uma vez, os dois se chamaram de primos.

Ricardo: tudo faz sentindo, Pedro está mesmo armando alguma coisa, e precisava do Fernando longe do Theo.

Theo: e a semelhança do Maicon com o Pedro, coisa que ate o Nando percebeu na primeira vez que o viu.

Tonia: temos que contar para o Fernando não?

Theo: mais é claro.

Ricardo, Tonia e Theo correram de volta para a fogueira, todos perceberam e se levantaram.

Rafael: o que houve?

Theo se dirigiu ate a Fernando, que o encarava.

Theo: Eu me lembrei, te disse que eu conhecia o Maicon de algum lugar, Fernando, ele é primo do Pedro.

Fernando: o que?

Theo: Eu o vi naquele aniversario do Pedro que você ficou doente e não pode ir, lembra?

Fernando: Lembro, mas não tem como.

Theo: pense a semelhança deles dois.

Fernando: então é isso, você esta usando a semelhança deles junto com o fato de eu não ter ido ao aniversario, para inventar essa historia.

Theo: o que? Fernando, pelo amor de Deus.

Ricardo: Nando, tudo se encaixa, você mesmo concordou comigo que o Pedro esta armando algo, ele quis separar você do Theo, por alguma razão.

Fernando: Ele pode estar armando algo, mas não mais contra mim.. ele me ama.

Tonia, Ricardo e Theo ficaram em choque, não podiam acreditar nas palavras de Nando.

Theo: como é?

Fernando: isso mesmo, ele foi La em casa e disse que me ama, e acabamos nos beijando, e eu não sei mais o que eu sinto com tudo isso. Theo, você que quer nos separar, você que se deitou com Maicon.

Theo: Nando, o que você esta dizendo?

Fernando chorou e saiu da fogueira e foi para o quarto. Theo ficou parado o olhando.

Theo: Eu não posso acreditar nisso.

Ricardo: Pedro confundiu o Nando, você acha que seria capaz do Pedro amar o Nando?

Tonia: Impossível, quem ama nunca faria tudo isso que Pedro faz com ele. Ele esta confundindo o Fernando.

Theo: eu não posso acreditar nisso, cara

Theo chorou também.

RESIDENCIA FAMILIA ROCHA

Plínio estava no seu quarto de hospede que dividia com Maicon, estavam os dois deitados.

Plínio: Eu estava pensando, o que você acha de eu ir para onde Tonia está?

Maicon: Para praia? Você sabe onde ela foi?

Plínio: não, mas a mãe do Ricardo deve saber.

Maicon viu ai a oportunidade de falar algo a eles, tirar alguma pista, talvez.

Maicon: Se eu descobrir, quero ir com você.

Plinio: Por quê?

Maicon: Nada, nunca mais fui a praia.

Plínio o olhou.

Plínio: ok, nós vamos.

Maicon sorriu.

( DIA)

O Clima estava tenso na praia, Fernando resolveu se esconder em seu quarto pelo resto do dia. Os outros estavam tudo na água.

Theo: eu ainda não acredito nisso tudo que aconteceu.

Ricardo: calma Theo, ele vai se dar conta de tudo uma hora, o que temos que fazer é pensar sobre o que o Pedro quer.

Theo: é impossível, cara, Pedro tinha gente infliutado entre nós o tempo todo, esse garoto não é normal. Não é só ódio de mim do Nando, de vocês, tem algo maior em cima disso tudo.

Ricardo: estou começando a desconfiar disso também.

Tonia: é possível.

Ricardo: Theo, você viveu muito com o Nando, na casa dele certo?

Theo: certo.

Ricardo: aquele Leonardo, ele tem algum passado?

Theo: não que eu saiba, por que?

Ricardo: quando eu fui na casa dele com o Nando, ele me viu e sabia meu nome e ainda ficou assustado e saiu.

Tonia: você não me contou isso

Ricardo: tinha esquecido, mas agora quero saber como ele me conhece e porque ficou daquele jeito.

Theo: Eu não sei dizer.

Ricardo: ele conhece o Pedro?

Theo: sim. Acha que tem relação?

Ricardo: Pedro vive me perguntando o que temos em comum, já pensei em Amanda, Breno. Pelo que sabemos esse Leonardo pode entrar na historia. Cara, isso ta um quebra-cabeça difícil de montar, parece que falta muitas peças.

Theo: Mas pelo que eu sei, não teria muita relação Leonardo com Pedro.

OS três ficaram parados na água pensando, Ricardo estava muito quieto.

RESIDENCIA FAMILIA RIBEIRO

Thiago estava matutando uma idéia e foi falar com Matheus.

Thiago: Amor, com esse calor todo, sabe o que estava pensando?

Matheus: o que?

Thiago: que tal, passarmos o dia na praia hoje?

Matheus: é amor, ótima idéia.

Matheus ficou todo contente e beijou Thiago.

Matheus: Chama o Gustavo, acho que ele precisa se distrair em meio a tanto transtorno na vida dele.

Thiago: você tem razão, vou ligar para ele.

Thiago ligou e confirmou tudo, terminariam de arrumar as coisas e apanhariam gustavo para irem para a praia.

Matheus: Só você para me fazer feliz.

Sorriram um para o outro e se beijaram.

PRAIA

Enquanto Ricardo, Tonia e Theo conversavam em um canto, Carol e blenda estavam no outro. Blenda parecia seria e muito pensativa.

Blenda: Carol, quero te falar uma coisa.

Carol: é sobre ontem, , eu queria me desculpar, não foi justo, sei que você namora, mas eu me apaixonei.

Blenda: é sobre ontem sim, mas estou confusa Carol, namoro Mariana a muito tempo, e... também estou gostando de você.

Carol: eu entendo, mais pense bem, Mariana não merece você.

Blenda continuou pensando, Carol se sentia esperançosa.

Em outro ponto da praia, Um ônibus parou e Thiago, Matheus e Gustavo desceram com aquelas mochilas hippes.

Matheus: nossa que praia linda.

Thiago: tudo para satisfazê-lo.

Gustavo: eu e o Lipe costumávamos vim para aqui escondidos.

Matheus: tenha certeza, que ainda virão muito mais aqui.

Andaram para mais perto do mar, se ajeitaram na areia, ficaram todos de sunga e entraram na água. já era maio-dia. Estavam com fome, depois de ficarem um tempo na água, foram para um restaurante mais perto.

RESIDENCIA FAMILIA BRATHO

Léo, Mauricio e Henrique estavam almoçando, ao terminar Henrique resolveu ir dormir um pouco.

Henrique: você vem?

Perguntou para Mauricio, Léo os olharam e balançou a cabeça negativamente.

Mauricio: Não, não to afin

Henrique subiu e Mauricio e Léo continuaram a almoçar, quando Leó terminou se retirou e saiu de casa. Mauricio o seguiu, Léo levou ele ate a boca de matoquente.

Mauricio: então é aqui o seu ponto.

Mauricio ficou olhando por mais um tempo e saiu.

RESIDENCIA FAMILIA MATARAZZO

Zélia acabou de atender alguém na porta, e voltou para mesa que estava almoçando com André.

Andre: quem era?

Zélia: Algum amigo do Ricky, perguntando por ele, eu disse que estava na praia.

Andre e Zélia continuaram a almoçar, quando o telefone tocou. Zélia assustou-se

Andre: eu atendo.

Zélia: não filho.

Era tarde Andre já estava com o telefone no ouvido.

André: Alo?... Alo?

Andre falava mais ninguém respondia. Zélia tomou o telefone e falou.

Zélia: Alo?

Ninguém respondeu, bateram o telefone.

Zélia: deve ser trote.

André: por que a senhora gritou para eu não atender?

Zélia: Achei que era para mim.

Zélia olhou aflita para o telefone.

PRAIA

Theo estava mais uma vez conversando com Tonia, dessa vez na piscina da casa. Olhavam para Fernando que estava pensativo no outro lado.

Theo: não estou agüentando ve-lo desse jeito.

Tonia: relaxa, tudo vai dar certo.

Theo: é inacreditável, depois de tudo que aquele garoto fez para mim e para ele, pra vocês. Ele esta cedendo a esse “amor" do Pedro.

Tonia: e se for verdade? Se o Pedro estiver apaixonado, o Nando será o único que pode mudar o jeito do Pedro.

Theo: não creio em uma única palavra do Pedro.

Theo continuou a olhar Fernando. Quando Ricardo se aproximou deles.

Ricardo: Amor, vou andar um pouco quer ir?

Tonia: aceito sim, Theo?

Theo: podem ir, vou ficar aqui.

Tonia: Ok

Ricardo e Tonia iam saindo quando Guilherme os chamou.

Guilherme: vocês estão indo andar?

Ricardo: Sim. Quer ir?

Guilherme: quero.

Guilherme falou surpreendendo a todos, inclusive Rafael e Gabriel. E assim os três partiram para andar.

Guilherme: vocês namoram a quanto tempo?

Ricardo: 3 meses e 27 dias. Daqui a alguns dias faremos 4 meses.

Tonia: e tudo que já passamos, parecem anos né amor?

Ricardo: parece uma eternidade

Guilherme olhava os dois, se forçando para não chorar.

RESIDENCIA FAMILIA BRATHO

Mauricio chegou em casa e foi para o quarto se encontrar com Henrique que ainda estava acordado.

Henrique: Aonde você foi?

Mauricio: Amor, tenho um assunto serio para tratar com você.

Henrique: o que houve?

Henrique se sentou assustado.

Mauricio: é sobre o Léo, mas você não pode fazer nada a ele.

Henrique: o que foi amor?

Mauricio: O Léo esta envolvido com...drogas

Henrique ficou paralisado, quieto por um tempo.

Parte 2:

Henrique: você tem certeza?

Mauricio: sim, encontrei drogas no quarto dele e o segui ate onde compra ou vende também.

Henrique; não, não pode esta acontecendo, impossível.

Mauricio abraçou o namorado, que o apertou forte.

Mauricio: Desculpas amor, por esta te dizendo isso.

Henrique: você fez o certo, mais uma prova que você me dá.

Mauricio o beijou.

RESIDENCIA FAMILIA ROCHA

Pedro estava no banho quando o telefone da casa tocou, não tinha ninguém a emprega havia saído, e ele teria que sair para atender. se enrolou na toalha e atendeu.

Pedro: Alo?

Ninguém respondia.

Pedro: Alo? tem alguém na linha?

Bateram o telefone sem responder.

Pedro: eu hein.

Pedro subiu para o quarto para se vestir, quando ao jogar a toalha na cama fez com que derrubasse um porta-retrato. ele foi pegar, era o mesmo que havia mostrado a Amanda alguns dias atrás. Pedro olhava com ódio para a foto, o recolocou na cabeceira.

PRAIA

Ricardo, Tonia e Guilherme continuaram o caminho, quando Ricardo reconheceu Gustavo que estava sentando na areia.

Ricardo: Amor, não é aquele garoto que conhecemos na boate, na noite que você me contou sobre São Paulo?

Tonia: é ele sim.

Aproximaram-se dele.

Ricardo: ola, se lembra de mim?

Gustavo forçou um pouco a mente, e se lembrou.

Gustavo; você é o cara da boate, como é mesmo seu nome?

Ricardo: Ricardo, e essa é a minha namorada Tonia, e nosso amigo Guilherme

Apresentaram-se. Matheus olhou para Guilherme

Matheus: conheço você também, o cara do aeroporto. O seu namorado mudou minha vida, me fez abrir o coração para o amor. Esse é o Thiago, meu namorado.

Guilherme: fico feliz por vocês.

Matheus: Onde ele esta? queria agradecer?

Guilherme ficou quieto e triste.

Guilherme: lamento, mais não vai dar, ele está... Morto.

Matheus; oh, sinto muito, me desculpa, mesmo.

Ricardo e Gustavo conversavam  do outro lado.

Ricardo: e cadê o Seu namorado, o... Felipe?

Gustavo: ele está desaparecido.

Tonia: desaparecido?

Felipe: sim, ele fugiu de casa e sumiu.

Continuaram a conversar.

Enquanto isso na casa, Igor se aproximou para conversar com Theo.

Igor; e ai cara, lamento por ontem.

Theo: tudo bem, não vou desistir uma hora ele vai perceber a verdade.

Igor: torço por você, também espero receber a amizade do Rafael e do Gabriel um dia novamente.

Theo: Você errou feio, somente se você fizer algo realmente grandioso para reparar esse erro.

Igor: eu sei, mas é ai que  não sei o que fazer.

Theo olhou para o mar.

Theo: eu tenho uma idéia.

---------------------------

---------------------------

já estava anoitecendo, era umas 17:45. Ricardo, Tonia e Guilherme ficaram conversando esse tempo todo com Matheus, Thiago e Gustavo.

Thiago: gente, foi muito bom conhecer vocês, mas temos que ir.

Ricardo: tudo bem, foi um prazer rever e conhecer vocês também.

Ricardo e Tonia se voltaram para Gustavo

Tonia: tenha esperança ta, vão encontrá-lo

Guilherme ouvia de Matheus e Thiago.

Matheus: e não se esqueça, siga em frente, o amor pode nascer de novo.

Terminaram de se despedir. Thiago e os outros foram embora. Ricardo e os outros voltaram caminhando pela praia.

( NOITE)

Já era noite, o grupo estava novamente na fogueira. Conversando, comendo, namorando e brincando. quando viram se aproximar duas pessoas, que foram ficando mais nítidas ao se aproximarem.

Theo: não pode ser.

Tonia: impossível.

Ricardo: é o Maicon e o... Plínio?

A resposta foram respondidas quando os dois chegaram mais perto.

Plínio e Maicon: Ola.

Continua...


Leia também
Paz Celestial há 7 horas

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 7


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 22 horas

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 40


Poema Suado há 22 horas

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 35


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 1 dia

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 1 dia

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 10


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 1 há 1 dia

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 10