NADA É MAIS BONITO DE SE VER NO MEU SERTÃO,
É QUANDO A CHUVA CHEGA PRA MOLHAR O CHÃO,
A FAUNA E A FLORA SE TRANSORMA
DEIXANDO O TEMPO DA SECA IR EMBORA.

POR AQUI O TEMPO DE ESTIAGEM JÁ PASSOU,
COMEÇOU OS PRIMEIROS PINGOS
VIVA!! A CHUVA CHEGOU.
O CINZA QUE COBRIA O MATO
COM A CHUVA A FOLHAGEM ESVERDEOU,
VIVA!! A CHUVA CHEGOU.

OS PASSAROS EM REVOADA CANTAM DE ALEGRIA,
OS AÇUDES CHEIO TRANBORDAM EM SANGRIA
O BEM-TE-VI DO SEU NINHO BATEU ASAS E VOOU,
VIVA!! A CHUVA CHEGOU.

SOBRE AS SERRAS NUVENS CARREGADAS,
RELAMPAGOS AO SOM DE TROVOADAS
A AGUA ESCORRENDO DA COLINA,
BONITO É O VOOU DO GALO DE CAMPINA,
A SARIEMA COM SEU CANTO AVISOU,
VIVA!! A CHUVA CHEGOU.

OS PRÉAS SE ALIMENTAM NO MATO RASTEIRO,
LOGO ALI NAQUELE TABULEIRO,
E O CASAL DE ROLINHA FAZ SUA MORANDA,
NO GALHO DO MARMELEIRO.

O LAMBU SAI PRA SE ALIMENTAR,
LÁ DE CIMA OBSERVA O CARCARÁ,
ESPERANDO PRA DAR O BOTE CERTEIRO,
ENQUANTO O CONCRIZ SE LAMBUZA
NA FRUTA VERMELHA DO CARDEIRO.

NA CASA DE ALPENDRE UM VELHO SENTADO,
OLHANDO A PAISAGEM E LEMBRANDO-SE DO PASSADO.
VENDO OS NETOS BRINCANDO
E SE BANHANDO BEM ALI DE LADO.

ESSAS SÃO COISAS QUE ACONTEÇE NO SERTÃO,
QUANDO AS CHUVAS CHEGAM
PRA MOLHAR O CHÃO.