O marido de uma amiga me passou essa série me perguntando em primeiro lugar se gosto de Friends, em seguida tive de perguntar: quem não gosta de Friends?!

 Mas como é sabido há doido para tudo nesse mundo. Enfim, já tinha ouvido falar dessa série, pois ela é com o Matt LeBlanc o famoso Joey de Friends.

Episodes começa de mal a pior, um roteiro mal feito, personagens que se esforçam para serem engraçados, mas não são. Nunca deixo de continuar a vê um seriado por o primeiro episódio ser ruim, afinal eles tendem a não ser tão bons (mas esse exagerou), continuei assistindo e nada melhorou. Boa parte da primeira temporada foi assistida por mim apenas pela atuação do Matt, afinal ele é ótimo, mesmo com um roteiro extremamente pobre. Não posso e nem vou falar mal dos atores, pois eles são os únicos que tem algum valor ali (pelo menos Matt LeBlanc, Tamsin Greig e Stephen Mangan). Na seasons finale, de repente, tudo se encaixou muito bem e o que foi esperado durante toda a primeira temporada apareceu no último.Sim, foi preciso esperar 7 episódios para finalmente assistir algo bom.

Essa série apesar de ter sido feita com uma boa idéia, fazer uma série mostrando como é difícil fazer uma série, os roteiristas se “empolgaram” demais e com isso se perderam quase o tempo todo, mas parece terem se encontrado no último episódio da temporada, o que dá certa esperança para a próxima.