Canção de um exilado

16 de Abril de 2014 rogeriopaiva Críticas 498

  • Minha terra  não tem  mais  as palmeiras ,onde  cantava  o sabiá,as aves de minha terra não tem mais motivos para gorjear. no teu ceu  tem menos  estrelas ,e em suas matas tem menos  vidas e em  seus bosques menos  flores e em  suas  vidas menos amores. Minha terra não tem  mais  as palmeiras  onde  cantava  o sabiá,as aves de minha terra não tem motivos para gorjear. ao ficar sozinho à noite  menos prazer encontrarei  eu lá. Não permita oh  Deus que  eu  morra e nen  que eu volte  para lá  porque eu jamais  suportaria  ver  os troncos  retorcidos das palmeiras onde  cantava  o sabiá..


Leia também
PAU DE FITAS há 3 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 3 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 7 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 29


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 8 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 13 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16


ETERNAL (rondó) há 1 dia

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 8