Luis Suarez, eu te amo.

Suarez, você tem um novo grande fã. Chega de jogador bonzinho e chato. Chega desse jogo coxinha e de falsos heróis. Você é o cara! Sou da época de Romário, Edmundo, Júnior Baiano, Djalminha, Cocito, Diego Simeone, Kily González, Dinho, Doriva, Tonhão, Luiz Carlos Goiano e Ronaldo (goleiro do Corinthians), caras bons de bola e ótimos de polêmica. Chega de jogador bonzinho pra mídia, chega de chatice num mundo que já anda tão mundo chato.Não que eu queira que só tenha caneludo, que não se tenha respeito pelo adversário ou que o futebol vire UFC. Nada disso. Mas, os caras assim dão graça, dão outra dimensão ao futebol composto pelos meninos “feitos para casar”, como o Neymar, o Messi e o CR7. Futebol precisa dos seus arrancandores de tocos, seus trogloditas, seus tanques de guerra.Todo grande time da história tinha o seu cavalo sem cascos. TODOS. Pode procurar. E é essa mistura que faz um time ser tão grande.Viva aos Pepe’s bons de bola e de canela, aos gols e os cotovelos do Kleber Gladiador e do mitológico Balotelli e, principalmente, viva aos Luis Suarez!