Eu queria nascer no tempo dos meus pais.Cotidianamente,vejo casais que logo na primeira briga já se separam,outros que só queriam fazer sexo e mais nada,outros apenas para machucar o coração do outro,mas,na realidade qual é a presença da conversa que é fundamental em uma relação?

 Fico pensando,como minha geração mudou,os modos e seus costumes,analisei e pensei  se os pais não deveriam agir e adotar a chamada "liberdade vigiada"?Quantos namoros não resultaram filhos e que estes mesmos casais eram menores de idade?Percebi um certo descontrole emocional em que a sociedade vive,e,nesses momentos de foda e de prazer não perceberam a consequência de seus atos.

 Era como uma espécie de organização mal planejada,aonde vigiar significava serem pais "chatos",aonde "ficar" é mais gostoso que namorar,aonde trair era sinal de ser "o cara",aonde ser tímido(a) era ser esquisito(a),ou seja,ser excluído da sociedade da qual não está preparada para encarar os mesmos modos de vida dos nossos pais,até hoje caretas,eis então a forma de vida dos relacionamentos do século XXI.