Futebol, meu amor.

03 de Julho de 2014 Rob Santos Crônicas 3350

Futebol, meu
amor.



Há muito tempo quero escrever sobre a minha paixão
pelo futebol. E já que estamos em época de copa (e essa vendo sendo uma das
melhores que já pude acompanhar) vamos aproveitar.



O futebol me alegra, me faz rir, chorar, me deixa
triste, irritado, tudo em apenas 90 minutos de partida. Na hora do jogo os
sentimentos afloram e você não reconhece nem o seu melhor amigo. Se ele torce
pelo outro time, naqueles dois tempos do jogo ele vira um inimigo mortal.



Você mesmo não se reconhece. Aquela pessoa normal
que sentou em frente a TV para acompanhar mais uma partida, agora vocifera
palavrões impublicáveis e até inventa alguns na falta de novos. Você chuta
aquela bola por debaixo da mesa sem nem perceber. Sopra o seu apito imaginário
praquela falta do time adversário que o juiz não marcou. Levanta os braços como
se fosse espalmar a bola que vai no ângulo do seu goleiro. Você pula um pouco
no sofá como se estivesse na barreira. Você elogia o juiz que marcou aquela
falta a favor e no minuto seguinte quer matá-lo pela falta contra.



O futebol é um esporte emocionante e muito apaixonante.
Você nem precisa saber jogar para amá-lo. Não precisa saber todas as regas
também, afinal, você não é o arbitro, e sim aquele cara que reclama dele o
tempo inteiro. O futebol cria divindades, ídolos, mitos, lendas e alguns caras
que você não quer ver nem pintado de ouro.



Um sábio amigo sempre dizia que o cara troca de
casa, carro, mulher, amigos, mas JAMAIS, em hipótese alguma, troca de time. É
um pacto de vida e só acaba com a morte, isso se você não for enterrado com a
bandeira e o hino do seu time sendo cantado. Aquela camisa será seu manto, as
cores serão sua pele e o hino sempre será a única coisa capaz de fazer você se
arrepiar sempre.



Já perdi várias coisas pelo futebol. Já faltei
emprego, já dei bolo em garotas, já tomei surra da mãe, já perdi dinheiro. E já
ouvi mil vezes de alguns pobres inocentes que não sabem de nada: “O que você
ganha com o futebol?”.



Essa é fácil. Eu ganho 90 minutos de emoção, amor,
fé e alegrias duas vezes por semana. E isso, amigo, não há dinheiro que pague.


Leia também
Uma Tal Pedra há 9 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 22


Mundo da Gataria há 10 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 41


A história do amor há 10 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 27


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 11 horas

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 5


"Primeiro encontro" há 15 horas

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 7


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P3 há 22 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9