Desabafo

04 de Julho de 2014 Priscila Pereira Crônicas 486



  O amor dói, deixa
marcas, mordidas e unhadas. É, o amor dói sim. 
Vejo seus olhos brilharem de amor e de contentamento. Acaricio-te com
cuidado, mas você não tem dó de mim, me machuca, me maltrata. Sei que não é
culpa sua, ainda não aprendeu a controlar o seu amor, às vezes tão doce e
carinhoso e outras vezes agressivo e quase cruel. Mesmo assim eu te amo, mesmo
assim te protejo e cuido de você, porque sei que um dia você vai crescer e essa
chama que te incita ao ardor da violência e crueldade apagará e só sobrará o
amor incondicional que sei que me devota, sobrará esse amor e a mansidão de
todos os gatos crescidos que não veem mais a necessidade de brincadeiras tão
cruéis e doloridas com sua mãe que te ama tanto.


Porque ter um filhote em casa é um amor dolorido que deixa
marcas.




Leia também
Equação do Amor há menos de 1 hora

Corre pra mim... Talvez eu ainda não saiba o que é o amor; Não tenha ...
a_j_cardiais Poesias 29


Qual é a Nossa Parte? há 8 horas

O conceito arminiano de que devemos fazer a nossa parte para que Deus pos...
kuryos Artigos 5


"Lagrimas" há 11 horas

Um silêncio triste e profundo Uma lágrima caiu Na tarde fria, e escura ...
joaodasneves Poesias 6


Realidade, Deixe-me Sonhar há 11 horas

Ah, realidade, realidade... Você não respeita minha privacidade. Vo...
a_j_cardiais Poesias 27


"és nada" há 16 horas

Como me pude apaixonar De um alguém como tu Passado pouco tempo pude con...
joaodasneves Pensamentos 8


"Ela mora" há 16 horas

A minha unica paixão é a solidão, ela vive na minha casa, e mora bem ...
joaodasneves Pensamentos 9