Muitas das vezes temos que engolir a seco

Que normalmente as situações impedem e exigem

Somos engolidos pelo teatro melancólico

Que a inveja traz

Somos destruídos pelo teatro da surpresa

Ou da incerteza?

Como dizemos"Ó vida,ó azar"

Queremos dizer falta de amor,falta de paixão?

Oi,amor como vai você?

Talvez o trágico faça parte das cenas mais fáceis de serem representadas

Ou é a falsidade que manda nesse jogo?

De figuras opostas

Como mentes desequilibradas

Choramos por coisas atoas,choramos sem pensar

Choramos pelo que buscamos da tal chamada felicidade

Queremos porque queremos?

Queremos porque somos forçados?

Queremos porque a vida deseja ser assim?

A vida é um teatro

A partir da ideologia

Representada pelas atitudes e pelas consequências de seus atos

Por falta de personalidade?

Ou por falta de caráter em nossa sociedade?

Somos obrigados a representar

Um papel antiquado

Desigual,sem fronteiras

Somos obrigados a fazer

Papéis amorosos que não existem

Para satisfazer a solidão

Satisfazer e ser desejado pelo seu próprio ego

Na maior profunda interação

De amar e ser amado

Buscando uma virtude que poucos sabem utilizar da forma correta

Nessa tal felicidade.