Problema com as palavras. (quem nunca teve?)

26 de Agosto de 2014 professor Crônicas 441


Talvez ninguém aqui saiba que, quando adolescente, eu tinha um grande talento para a escrita. Drama e ficção sempre foram meus fortes.

Creio que os poucos que sabem que eu tinha esse talento, não saibam que eu parei de escrever meus romances, contos, poesias e crônicas por um problema com as palavras. Basicamente, porque não consigo digerir algumas delas..
.
Mas como o assunto inicial era o problema com palavras, vamos ao assunto. Vou explicar-lhes o meu maior problema relacionado à elas.

Algumas palavras provocam sensações imediatas inconvenientes, geralmente a sensação de pânico.

Segue-se meu breve relato.


Há 7 anos atras:

Tudo começou com a Kelly... a culpa era dela, oras!
- Oh Kelly, e tua mãe, como está?
- Tá bem, tá no hospital.
- Caramba!!!!!! Ela tá doente?????

Lori, mãe da Kelly é técnica de enfermagem e eu sabia disso.

6 anos atrás.

Depois, veio a Miriele...
- Miri, cadê a tua mãe?
- Tá no hospital, né? Até parece que tu não sabe!
- Ai, que que ela tem?

Graça, mãe da Miriele também é técnica de enfermagem e, lógico que eu sabia disso.

De três anos para cá:

75% de minhas colegas trabalham na área.
- Alô.
- Oi, Beli é a Rose... Como tu tá?
- Oi, Rose... Eu to bem, e tu? Isso é hora de ligar? Onde tu tá?
- Ah, Beli... é que eu to no hospital e queria te pedir um favor...
- ROSE! O QUE HOUVE CONTIGO?!?!?!?!

Roselaine é técnica de enfermagem, e eu sempre soube disso.

Há menos de um mês:

Amigos na área.

Beli diz: Gui, cadê o Gu?
Gui diz: Olha, o Gu tá no hospital, né?
Beli digita: Meu Deus, o que aconteceu com ele???

Gustavo é médico, e eu sei que ele quase mora no hospital.

Quinta-feira passada:

A Rose, de novo!
- Alô.
- Oi Beli... É a Rose, tudo bem?
- Oi Rose, to saindo da aula. Tu tá na uni?
- Não Beli, to no hospital...
- Rose, puxa vida, que foi que aconteceu?

Tá, pode falar o que quiser, até me chamar de lesada, numa situação dessas.
Mas certas palavras têm um peso negativo para mim.

Hospital é uma delas.
Mas vai dizer que a culpa não foi deles????




Menina Ruiva

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Lembra? há 2 dias

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 21


Principio há 2 dias

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 15


Viandar há 2 dias

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 13


Fluxo do tempo. há 2 dias

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 15


Sou há 2 dias

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 13


Ame...! há 2 dias

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 11