Vá em frente

08 de Fevereiro de 2012 Doug Mota Crônicas 697

Levanto-me, eles gritam meu nome, querem me ver e me ouvir, já me aplaudem antes de tudo acontecer.
A senhora timidez tenta me convencer a desistir, entretanto o barulho que eles fazem e o calor humano são mais fortes e uma voz ansiosa sussurra em meu ouvido: “Vá em frente!”
Eles me querem. Será que tenho a capacidade para satisfazê-los? Será que aquela multidão se contentará com meu conteúdo? Dúvidas, muitas dúvidas. Esqueço-as e prossigo, mostro tudo que tenho. Eles parecem gostar, todos prestam atenção em mim.
Meu espetáculo tem um fim mágico, eles me aplaudem de pé!
A sensação de realização corre o meu corpo, tenho uma overdose de alegria. Alegria essa que tem como fonte o público, que por sua vez me motivaram a fazer tudo isso. É um ciclo em que todas as partes ganham.
Por mais que haja alguma pressão psicológica no início, vale a pena cada gota de suor, cada piscada nervosa de olho, cada travada de língua.
A energia vem deles, é convertida em motivação dentro de mim, transforma-se em conteúdo e é revertida para eles.
Logo penso: “Eu sou bom em alguma coisa, sou útil a alguém.”

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Minha essência é a eternidade. há 2 horas

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 5


LAMPEJOS há 2 horas

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 5


Deixe Esse Amor Crescer há 18 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 33


Ás palavras não são mais meu legado. há 18 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 7


Não há o que comemorar. há 19 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 19 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 7