O cara cutuca o amigo para que se atente à morena de quadril saliente atravessando a rua. A morena, por sua vez, atende à namorada no celular. Um pouco adiante, um mendigo incansavelmente pede moedinhas aos transeuntes da XV. Metros à frente, uma opulente senhora observa a vitrine duma loja de roupas caríssimas. Ao lado dela, um cachorro passa procurando o que comer. Alguns passos, outras pessoas, outras cenas. Um ciclista contraventor passa quase voando pela calçada. Do céu, antes cerúleo, as primeiras gotas caem, apressando o andar de todo mundo.