Os cuidados com o alô

28 de Março de 2012 Victor Almeida Crônicas 671

No trabalho, quando estamos ao telefone (ou no telefone, se você estiver realmente grudado nele) tentamos passar a imagem de que estamos compenetrados, resolvendo algo de extrema premência. E sempre tem alguém, de alguma forma, prestando atenção. Tenho reparado nisso. Não estou querendo dizer que sempre estamos querendo passar migué ou qualquer outro tipo de engodo ao apresentarmos ou interpretarmos seriedade e comprometimento. O telefone do trabalho só deve ser usado para fins de trabalho. Concordo. Tento usar o aparelho só para o networking corporativo. Quando não, tento fazer telefonemas rápidos e, obviamente, fazendo cara de sério, preocupado com a planilha, com os prazos...


Leia também
ETERNAL (rondó) há 10 horas

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 6


Sintomático há 16 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 37


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 3 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 79


"Bailei com a solidão" há 3 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 16


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 3 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 31