Eu já estou ficando sem ânimo, para lutar por mudanças na política brasileira. Percebi que a maioria das pessoas politizadas são ligadas a algum partido político. O que eu quero dizer com isso? Eu quero dizer que, sendo ligada a um partido político, essa pessoa nunca vai ficar contra o seu partido, quando os membros cometerem faltas. Teria que ser uma pessoa muito sensata. Mas as pessoas sensatas já perceberam que os partidos são todos iguais: Só querem chegar ao poder, para fazerem as mesmas coisas que o antecessor. E essa maioria de politizados só querem criticar quem está no poder. Eles não querem mudar nada, não estão preocupados com o povo. Só querem ver os seus partidos no Poder, para se darem bem. E muitos deles são comprados.
O meu partido é o PA. Você pode dizer que é Partido Anarquista, mas eu digo que o Partido da Atitude. Eu quero é ver o político que toma Atitude. Não fica inventando Leis que não servem para nada. Quando eu falo em ATITUDE, estou falando da atitude tomada pel odeputado federal José Antonio Reguffe (PDT-DF): Abriu mão dos benefícios e ajudas de custo parlamentar. Sabem o que significa isso? A Nação estará economizando mais de R$ 1, 2 milhões, nos quatro anos de mandato do deputado. Se os 12 deputados federais tomassem esta mesma atitude, a economia seria superior a R$ 2,3 bilhões. Isso, só os deputados federais! Imaginem TODOS os políticos.

Quando eu li o texto publicado no Terra Magazine - Política, do dia 30 de março de 2011, por Marcela Rocha, eu resolvi brigar para "forçar" os outros políticos a fazerem o mesmo. Fiz uma crônica relatando o ato do deputado e postei em alguns lugares esperando que o povo politizado desse as caras, que entrassem nessa campanha. Ninguém se manifestou... Parti para o twitter, que é respota imediata. Ninguém se pronunciou. Cadê os "politizados" que reclama tanto de políticos corruptos? Cadê os "socialistas", que dizem fazer política para o povo? Cadê os "cristãos"? Essa é uma boa forma de "repartir" o pão.
Quando aparece um político que toma uma atitude como esta, ficando contra os "colegas" e mostrando para o POVO brasileiro que existe uma maneira de diminuir o estrago causado pelos sanguessugas da política, ninguém apoia, ninguém aplaude, fica no esquecimento. Era para o Brasil em peso estar gritando, twittando, fazendo o escarcéu para que os políticos fizessem o mesmo. Depois querem que a saúde melhore, que a educação melhore, que a segurança melhore... Quando? Quando os partidos deles estiverem no poder? Coitado do povo, que não está por dentro dessas jogadas dos partidos: Contratam uns falsos "idealistas", para ficarem twittando (em nome do partido) criticando quem está no poder e, se dizendo apartidarios, que estão lutando pelo povo. Desse jeito, nossa política não muda nunca.

A. J. Cardiais