Observando a natureza "humana"

Não sou biólogo, zoologista, nada relacionado ás ciências que estudam a vida animal (racionais e irracionais). Mas quando vejo as atrocidades cometidas em nome da ganancia e da ambição, tenho minhas dúvidas quanto a essa linha que separa os racionais dos irracionais.
Não vejo lógica no estado democrático que institucionaliza que a maior parte da população deva viver com o mínimo. Lutando dia a dia com muito suor para ganhar o pão nosso de cada dia. Enfrentando um transporte lotado e demorado para se deslocar de suas casas para o local de trabalho, quando às tem, sem falar que, quando doentes esperam meses, anos para conseguir um tratamento. Muitos não suportam a espera e morrem.
Enquanto uma parcela mínima da população vive uma vida de luxo e abundância. Com altos salários, benefícios, moradias de primeiro mundo. Esses na verdade, somando o acumulo de suas riquezas, nem de aposentadoria precisariam. Se comparada aos valores padrões destinados á aposentadoria da maioria.
Sem falar dos Vips que se aposentam com oito anos apenas de um serviço sem suor, com benefícios extraordinários extensivos a toda a família.
No reino animal, o dito irracional impera a lei do mais forte, sim. Mas a democracia funciona na selva, o território é de todos e a disputa pela sobrevivência é proporcional á fome. Uma vez saciada, a paz reina. Até entre inimigos declarados. Pode se dizer que o território tem um formato capaz de abrigar e alimentar a todos, sejam pequenos, médios ou grandes.
Já no mundo racional o território é no formato de uma pirâmide, na ponta vive somente uma minoria privilegiada. E na base a maioria, vivendo com o mínimo, parte dela escravizada pelas necessidades básicas. Aceitando a troca do próprio suor por salários que mal pagam a comida.
Quando se lê um jornal, os golpes aplicados pelos mais “fortes”, os números da corrupção que enriquecem essa minoria são tão astronômicos, que sequer temos capacidade de imaginar o que se poderia fazer com eles. Nem sei quantas casas populares, hospitais, escolas, poderiam ser construídas, e tantos outros projetos públicos. Além de permitir uma autentica democratização desta pirâmide distribuindo melhor á renda. São valore altos demais nos bolsos desta minoria.
E vai ano, vem ano, vem governo, sai governo e os problemas são os mesmos. Ganancia, ambição que gera corrupção... Até quando? Há um padrão de funcionamento institucionalizado.
Ainda não entendi de onde tiraram essa média para aposentadoria. Só sei que pedir para um brasileiro se aposentar( se tiver contribuído com os cem por cento exigido) com 65 anos é o mesmo que liberar dinheiro apenas para as despesas com o enterro do sujeito.
jaeder wiler