Navegando

11 de Maio de 2012 Victor Almeida Crônicas 634

A vida é como o seu navegador de internet. Várias abas abertas ao mesmo tempo. Você acaba não dando conta de ver todas. O frenesi do dia a dia faz com que queiramos estar a par de tudo. Talvez de todos. Mas acabamos perdendo o foco e não se atendo ao que de fato é importante. Queremos saber de muita coisa; acabamos nos perdendo na hora de peneirar o que realmente pode ser útil. Estudos, inclusive, comprovam que muita informação ao cérebro acaba o confundindo. Então, melhor não abrir tantas abas na vida. Pelo menos, não todas duma vez.


Leia também
Traços Mudados há 5 horas

O tempo passou, e eu nem percebi... Meus Deus, o que mudou? Envelheci. ...
a_j_cardiais Poesias 25


Queimando os Últimos Cartuchos há 5 horas

Sinto que estou queimando os últimos cartuchos... Estou chegando ao fim....
a_j_cardiais Poesias 25


"Posso ser o poema" há 8 horas

Barcos que navegam, ao luar, as imensas ondas do mar até as nuvens lá n...
joaodasneves Poesias 6


"Vi em ti" há 16 horas

Em ti eu vi o sol, o mar senti o vento aprendi a viver, soltei o sentime...
joaodasneves Poesias 7


"Tenho" há 16 horas

Tenho amor para dar Paixão para receber Sei perdoar, mas não posso esq...
joaodasneves Poesias 10


"Queria ser o mar" há 16 horas

Queria tanto ser o mar Te abraçar com as minhas ondas Te desejar na arei...
joaodasneves Poesias 7