"O Brasil será uma das maiores, uma das mais formidáveis nações do mundo, quando os Brasileiros tiverem a consciência de ser Brasileiros.”  Olavo Bilac

“Não conheço missão maior e mais nobre que a de dirigir as inteligências jovens e preparar os homens do futuro.”   D. Pedro II

Agora eu pergunto: como fazer os brasileiros amarem o Brasil, se eles estão assistindo na televisão, os políticos dos outros países sendo punidos por besteiras, enquanto que os políticos brasileiros cometem verdadeiras atrocidades, e nada acontece a eles? Os juízes e os políticos, conseguiram “anular” as pessoas. As pessoas estão se sentindo incapazes. Enquanto nos outros países as pessoas vão à luta pelos seus direitos, no Brasil elas estão se acomodando. E os poucos que sabem que NÓS podemos mudar esta política suja, estão “comprados” pelos partidos políticos. Todo mundo só visa dinheiro. Não existe mais ideal.

O partido político que eu mais detesto é o Democratas. Este partido já foi ARENA, (ligado à ditadura) depois virou PDS.  Como o PDS estava mais sujo do que pau de galinheiro, eles mudaram o nome para PFL. O  PFL ficou mais sujo do que pau de galinheiro também. Como não estavam conseguindo eleger ninguém, mudaram o nome outra vez. Agora é o DEM. Mudaram o nome, mas não mudaram os homens. Ser apartidário é isto: O DEM é o partido que eu mais detesto. Porém se um político do DEM fizer alguma coisa, como fez o deputado José Antônio Reguffe (abriu mão dos benefícios e dos custos parlamentar), eu vou fazer a mesma coisa que estou fazendo: vou ficar citando o ato do político, vou ficar chamando a atenção do povo para o fato. Isto é que é ser apartidário. Atiro pedras, quando é para atirar, e aplaudo quando é para aplaudir. Sem olhar o partido.

Diante dessa história toda, o que é que sobra para os jovens? Nada. Os políticos destruíram o Ensino, destruíram a Cultura... Eles destroem tudo que eles percebem que pode destruí-los. Os nossos “veículos” de comunicações estão nas mãos de pessoas não “habilitadas”, comprometidas com o Poder e só passam programas que deixam os jovens cada vez mais alienados. O que Olavo Bilac e D. Pedro II disseram, talvez nunca aconteça.

A.J. Cardiais
16.12.2011