Pelo amor por amor

30 de Agosto de 2013 Trors Crônicas 447

Talvez que não veja mais o que achava que via, talvez eu não sinta o que achava que sentia, talvez eu não vivo mais o que achava que vivia, talvez eu não escreva o que eu achava que escrevia. Talvez eu não seja o que eu achava que era.
O caminho que eu percorri até chegar aqui talvez não seja o mesmo que eu faça pra voltar. O que me faz ser o que sou? O que me faz ser?
O ar que respirei ontem hoje não está mais aqui. O coração que antes batia em dó, hoje bate em ré.
É possível o bater das asas de uma borboleta fazer um vendaval? É possível que o bater da calda de um golfinho na água faça uma onda?
Pelo amor por quem? Por amor? A flor aonde que nasce em uma deserto? Aonde que se planta o rancor no amor?
Não sei nada mais além do nada.


Leia também
Te Desejar Só, Não Basta há 5 horas

Fico aqui te desejando... Mas você bota tanto empecilho, tanta dificulda...
a_j_cardiais Poesias 38


Só Fale de Amor Com Sinceridade há 5 horas

Não faz mal nenhum você dizer para alguém: Eu te amo! Não faz mal ...
a_j_cardiais Poesias 25


"Confesso-te que..." há 11 horas

Ao perder um grande amor, Confesso que até chorei, Mesmo assim tudo ...
joaodasneves Poesias 6


Vida Pela Via da Fé há 14 horas

O que poderia o ministério da Lei sob o Antigo Testamento, fazer por si m...
kuryos Artigos 9


Para quem é a Mudança da Lei de Moisés há 16 horas

O apóstolo Paulo afirma que o crente não está sob a lei e sim sob a gr...
kuryos Mensagens 7


Cultivando Observações - 1 há 17 horas

Eu vivia arrastando silêncios, pelas plataformas da vida. Agora dispenso...
a_j_cardiais Poesias 30