Um dia eu não irei mais lembrar
De tudo que perdi
De tudo que senti
De tudo que vivi.

A vida me convidou e eu vim
Acreditando que tudo seria uma doce fantasia
E na desilusão, me perdi.

Agora já não sei em que mundo eu existo
Não sei onde estou
Só sei que estou sangrando por dentro
E me vejo nessa floresta cheia de monstros
Eu estou perdido.

Me vejo condenado a viver neste lugar
Eu não queria estar, eu não quero estar
Eu só quero voltar para o paraíso de onde vim
Do ventre de minha mãe
Onde tudo era quente e bom
Onde eu me sentia completo
Onde eu não sentia frio
Onde eu respirava livremente
Onde enfim, eu me sentia completamente vivo...