Mais um trago de vida

18 de Setembro de 2013 Trors Crônicas 680

Tão pouco fiz, tão pouco sou. Era o que dizia a mim mesmo enquanto dava mais um trago em meu cigarro de frente ao espelho olhando meus cabelos brancos e as rugas que insistem em aparecer. Bato as cinzas de lembranças que não sei mais se são minhas e volto a tragar decepções e soltar felicidades.
Na boca que hoje trago o meu cigarro, sinto arder bocas e beijos de outra vida, no peito que aspiro a fumaça sinto apertar saudades do que fui ontem.
Me encontro perdido em meus pensamentos, distante, ofuscado pela fumaça como uma lembrança de um bêbado.
Trago em meu peito dores de uma vida. Trago em mim o que eu fui ou deixei de ser. Me trago. Trago eu.


Leia também
Bendito Amor Eterno há 19 horas

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 11


"Vendo" há 21 horas

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 7


"Te amo vinho tinto" há 23 horas

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 9


Gradeados há 23 horas

O céu está logo ali, depois dessa janela enjaulada... Meu amor é qua...
a_j_cardiais Poesias 50


Vida Artística há 1 dia

Não quero viver ao Deus dará... Sei que aqui, em se plantando tudo dá....
a_j_cardiais Poesias 41


"Eu sou boémio" há 1 dia

Eu em criança já era rebelde e um pouco vadio. Usufruía da noite, mesm...
joaodasneves Acrósticos 5