Passos pelo corredor estreito. Pensamentos de outra vida algo além da rotina. O medo, A angustia e o olhar triste que fazia de sua alma em partes que se espalhavam pelo caminho por onde passava. Havia a ausência e o gosto do que já foi bom. Hoje ela assume seu papel de rainha do drama e deita na cama com os pensamentos em outra vida. Sabia que a escolha refletiria em tudo e mesmo assim a fez. Arrancou a moralidade e as viceras sócias e jogou na cara de quem quisesse ver. “Ei te odeio, eu te amo, eu te ignoro.” Foi feito cortes na carne, marcado a ferro e fogo em sua Persona. Hoje aqui jás a senhora das vontades.