Mude o seu olhar!

17 de Janeiro de 2014 Qzia Carv Crônicas 823

Gosto de extrair o supra-sumo dos pensamentos inteligentes e achei mais um que já dizia Mario Quintana…

A preguiça é a mãe do progresso. Se o homem não tivesse preguiça de caminhar, não teria inventado a roda. Não poderia viajar pelo mundo inteiro.

Pense nisso por um instante…

O que me diz?Já sei!Você pensou:”Eh, eu não tinha parado pra pensar nisso antes…”

Da pra prosseguir nessa vida sem rever alguns conceitos?Não dá!

E isso me reporta a pensar que sempre devemos manter o exercício de olhar as coisas por vários, se não todos, ângulos.Quando fazemos isto, descobrimos conceitos incríveis, mudamos nossas percepções e  reencontramos um novo mundo, cheio de possibilidades.Como dizia o meu professor de filosofia:”mantenha o seu olhar de espanto diante da vida.Veja tudo como novo.Não acostume o seu olhar a nada.Não naturalize as coisas…”

O Mário eh um dos meus, do tipo que não se conformou a olhar, por exemplo, a preguiça com as lentes do senso comum.A preguiça nunca foi elogiada pela maioria das pessoas.Ela eh como a prostituta da vida.Todos a amaldiçoam, repulsam, mas todos a desejaram um dia, porque é ela quem te dá fôlego, te refaz!Quem nunca teve um dia de preguiça?Quem nunca desejou parar e ter uma pausa para o nada?!Qual o ser humano que nunca desejou pular a cerca da labuta e deitar-se com a preguiça?!

Não quero aqui fazer uma ode aos pecados capitais, mas sim mais um convite à reflexão sobre os nossos conceitos sobre qualquer coisa.

O Mário foi quem me provocou com a preguiça, aliás o Mario Quintana sabe me provocar, principalmente num momento em que rever conceitos está em voga na minha vida…

Não temos condições de censurar nada que não olhamos no verso, transverso, reverso…é preciso examinar, despir, esmiuçar…mais zoom, menos zoom…tipo exame oftalmológico onde olhamos as letrinhas com vários graus até sabermos exatamente o que é.O que for fora disto, é pura precipitação e preconceito.Elogiar a preguiça então eh essencial pra se elogiar o trabalho.Uma antítese necessária.

Eureca!É isso o que eu quero!Descobrir as antíteses necessárias à minha sobrevivência!Mudar de lado e contemplar.Visitar os polos…e olhar…rever…revirar…renascer…prosseguir,viver sem pré-conceitos.

Data original da publicação:11sábadoago 2012

Publicado por Qzia Carvalho em //blogdaqzia.wordpress.com/2012/08/

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"A felicidade" há 5 horas

A beleza de um jardim nao depende do tamanho das flores, mas sim da varie...
joaodasneves Pensamentos 7


"A decadência" há 8 horas

Numa decadência sem fim. não paro de cair. Esta tudo muito escuro aqui,...
joaodasneves Poesias 11


"A Parede" há 8 horas

Esta parede que nos separa Tem que cair, assim falaremos de ti de mim Olh...
joaodasneves Pensamentos 7


John Owen - Hebreus 1 – Verso 3 – P4 há 18 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9


John Owen - Hebreus 1 – Verso 3 – P3 há 18 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 9


John Owen - Hebreus 1 – Verso 3 – P2 há 18 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 8