Confiança

17 de Janeiro de 2014 Qzia Carv Crônicas 422

Confiança é material caro.É matéria-prima pro amor.

Confiança não se vende, por isso não se compra.Se tem, ou não.

Já a desconfiança é crime inafiançável…

É ofensa, desrespeito…uma luta desigual.

Quando não há confiança, romper é preciso.

O rompimento, neste caso, mantem todos respirando.Tudo segue.

Romper é uma morte?Sim, é.É um tipo de morte experimental:um ensaio da outra morte, talvez.

(…)

É isso o que começo agora: minha trajetória de morta-viva, dependendo do que chega pra mim…a cada meia hora um estado de espírito diferente.Isso mesmo!

Depois de sentir o cansaço de um maratonista, correndo entre subidas e descidas, me refaço.Paro pra descansar…descanso de morte? Sim. Ás vezes, é necessário morrer para poder viver, assim como as sementes.

Hoje estou semente.Amanhã serei flor.

Data original da publicação: 09quinta-feiraago 2012

Publicado por Qzia Carvalho em //blogdaqzia.wordpress.com/2012/08/

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
CIDADE DOS PATOS (cordel infantil) há 1 dia

Vivia na bela cidade dos patos Um velho pato que contava fatos De uma fam...
madalao Infantil 5


"Feliz...dia...de...São João" ... há 1 dia

Quem dera ir mais além, cantar mais alto Sobre esse chão salgado onde na...
joaodasneves Poesias 7


No Vento da Literatura há 1 dia

Gosto da poesia quando chega de surpresa... Pode não ter beleza, mas q...
a_j_cardiais Poesias 38


Bendito Amor Eterno há 2 dias

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 16


"Vendo" há 2 dias

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 10


"Te amo vinho tinto" há 2 dias

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 11