Desde pequeno,sempre vivi um mundo alegre divertido sem muitas pretensões,mas,tive que ter maturidade necessária quando começaram a indagar-me sobre um assunto um tanto quanto polêmico:até que ponto uma mulher passa a ser vulgar?

 Era um princípio que não tinha em mente,mal mal sabia o que era isso,e fui aprendendo da forma mais escrota que pude notar que se chamava sociedade.

 Percebi que,mulheres dependiam da prostituição para sobreviver,outras por diversão só por não ter nada "o que fazer"e fazer os homens babarem aos seus pés.

 Mulher que usa roupas curtas, não significa que é vulgar,isso tem que ser levado as contas o caráter,princípios e como a sociedade a encara.

 Dizem as más línguas, que mulher que sai na Playboy ou Sexy, é vulgar demais,portanto deveríamos considerar Luiza Brunet vulgar?

 Usar shortinhos,qual é o problema?Vulgar é aquela que vai em festa sem calcinha para querer "ser a gostosa da festa,a tal",vulgar seria "pegar todos em uma festa"e ficar se exibindo pelo mundo afora.A vulgaridade portanto, passa a ter limite a partir da educação recebida pelos pais.

 Surpreendo-me sempre com essa questão,as mulheres não dando valor a si próprio e ainda sim querem ser respeitadas,a valorização vai depender dela ou do que a sociedade vai dizer sobre ela?

 Enfim,eu posso ter uma opinião um tanto diferente como os demais,mas,se levar antes de mais nada,seus valores como princípios e caráter não é vulgar,pois são a partir deles é que tomamos nossas atitudes.