Como se muda de idéia rápidamente em nosso país, como a mídia consegue manipular cada momento de nossas vidas, nos induzindo a fazer o que eles querem naquele momento. Como a televisão constrói vilões e mocinhos com tanta facilidade, mostrando sempre o lado da personalidade boa daquele que lhe convém, como somos frágeis diante da telinha. Somos todos facéis de ser manipulados, não temos vontade própria, nos achamos o máximo, pois tomamos decisões, ou achamos que somos nós que as tomamos e vamos para rua gritar, protestar, muitas vezes sem sermos contra, porém estamos seguindo a moda do momento e hoje o assunto é a copa do mundo. A copa que a anos atrás, era festejada por todos, o brasileiro queria a copa no Brasil, sabíamos tudo que iria acontecer, as robalheiras, os atrazos nas obras, tudo que hoje vira tom de protesto não acontece agora, já acontecia antes, pois virou paisagem no país, contudo agora, as portas do evento, aparecem aqueles que, tenham certeza, não estão preocupados se o evento vai ou não acontecer, pois já é uma realidade, hoje eles estão plantando para colher no futuro, as nossas custas, algo que lhes coloque no centro da mídia, no centro do poder, parem e reflitam estamos sendo mais uma vez manipulados. Eventos estão sendo marcados, a baderna quer se fortificar controlando jovens que não conseguem ver o que acontece ao seu redor e que simplesmente querem curtir uma bagunça, que chamamos de protestos, com quebra quebra, confrontos, nesta hora gente de bem se mistura com bandidos, bandidos que taxamos de animais, que não tem escrúpulos na hora de decidir entre a vida e a morte de alguém, bandidos que não estão de colarinho branco, porém representam alguém que vai aparecer, no momento oportuno, como o grande homem que, através da mídia, aparecerá como o salvador da pátria, que país é este que se diz democrático e não respeita o direito dos outros. Porque no momento da escolha não esbravejamos, porque deichamos tudo ser planejado e na hora H mudamos de lado, algo muito estranho, os aproveitadores de plantão nunca irão desaparecer, pensem nisto, temos é que crescer, como pessoa e cidadão que somos, pensem não deixem que monipulem vocês, não se tornem marionetes do sistema, tenham vida própria, tenham vontade própria. Está na hora de começarmos a entender, que todos temos direitos e deveres, que temos que respeitar a opinião dos outros, que temos limites e que somos responsavéis por nossos atos.