O ser humano busca a cobiça
Talvez busca a felicidade improvisada
Nunca se sabe ao certo se a felicidade  desejada
Faz de nós sermos lembrados
Será que certas virtudes foram esquecidas do nosso cotidiano
Será que "malha fria"da tristeza
Tem a ver a sociedade em que vivemos?
Nem um mundo com julgamentos por toda parte
Sem frescura e nem pudor
Um mundo em um meio com paradoxo
O ser humano busca maior poder
Nunca estará satisfeito com o que ter
Normalmente mudamos de comportamento
Ou será que  nunca vai haver a necessidade
De uma futura eternidade de uma felicidade?Será que somos metódicos o bastante
Para acreditar em uma futura sequencia
De uma subsequência de acontecimento
Que nem somos capazes de atingir
Talvez o conhecimento inteligível
Não seja suficiente
Para supurar dores e fracassos
Que a vida nos traz
Porém a luta dos princípios
Da coragem e da busca da melhoria de vida
Acreditas em um futuro próprio
Seja das melancolias empregadas
Seja das atitudes frustradas
Pois o ser humano,ás vezes é cobiçado
As vezes é paralisado por um paradigma
Que nem entendemos
Por isso que o ser humano é volátil
Por isso que é difícil a compreensão do ser humano.