Aperta o verde

29 de Maio de 2014 Rob Santos Crônicas 789

Aperta o verde. Vai sem medo. Aperta logo.

Aperta o verde e faz aquela ligação que você quer tanto fazer. Você já pegou o telefone e desistiu outras vezes, mas agora você deveria tentar. Aperta esse botão logo e dá uma guinada na sua vida, rapá.

Liga para o seu amigo que trabalha numa estatal do petróleo e pede aquele emprego prometido. Afinal, você já está de saco cheio desse seu emprego e não vê a hora de jogar tudo pro alto e ir numa nova empreitada.

Disca o número daquela escola que tem o curso de chef de cozinha que você sempre quis fazer e larga a administração. Isso nunca teve a sua cara. Larga a análise SWOT e os termos em inglês e vai fazer deliciosas massas italianas e “quebrar a língua” tentando falar o nome daquele prato francês que você viu na televisão.

Pressiona o botão call para aquele amor do passado. Vai que ela está solteira e você ainda tem uma chance de ser feliz. Pega esse telefone e faz uma chamada para aquela sua ex-namorada. O número dela você apagou da agenda, mas não do coração. Talvez ela esteja esperando do outro lado com medo de apertar o verde também.

Contate aquela pessoa que você magoou, mas que faz parte da sua vida. Põe no viva voz e escuta aquele tom rouco que há tempos você não ouve. Faz o telefone de alguém tocar e depois do alô diga que sente saudades. Chama para sair e marca um almoço naquele restaurante que vocês costumavam ir. Vai por mim, disca aí.

Liga lá e aproveita que a sua operadora ainda está com o sinal bom. Gasta aqueles créditos que você acumulou respondendo sim ao sms promocional daquela propaganda com o garoto ruivo e a Grazi Massafera. Seja vivo e diga oi para as oportunidades.

Aperta o verde sem medo e perceba que ele não está ali por acaso. O verde, para que tem fé, é esperança. Para quem está no trânsito é para continuar seguindo em frente. Dependendo da ótica, pode ser um começo ou um recomeço.

Eu acabei esse texto por aqui, mas você ainda tem muito pela frente. É só apertar o verde.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"O fim esta a chegar" há 6 horas

Alguma coisa na nossa casa não esta bem e eu já vi que tu pensas assim ...
joaodasneves Pensamentos 6


Calmaria das Horas há 8 horas

A vida me mostra um relógio... Luto contra o tempo. O tempo é longo mas...
a_j_cardiais Poesias 26


Prazeres Desalmados há 8 horas

Tem gente que só se apraz em ganhar dinheiro... Mas essa gente o que faz...
a_j_cardiais Sonetos 18


GRECO-ROMANO - Des-História Universal há 17 horas

GRECO-ROMANO Os deuses se confundem nas histórias Dos povos que se fun...
ricardoc Sonetos 8


John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P4 há 19 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 6


John Owen - Hebreus 1 – Versos 1 e 2 – P3 há 19 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 7