Lendo uma matéria num site sobre um atropelamento de um turista no Rio de Janeiro,onde um americano e sua amiga brasileria foram atingidos por um carro em alta velocidade, me fez ver que ninguém está impune da violência do trânsito. O suspeito do crime fugiu do local, ou seja, sem prestar socorro, não só como determina a lei, mas como o valor humano, que deveria estar inerente em cada cidadão.
Entre outros comentários, o que prevalece é o famoso bordão: "tenho vergonha de ser brasileiro", o que é meio ridículo tal afirmação, mas enfim.

Mas percebo que as pessoas não gostam de pensar um outro lado, ou tem a visão meio deturpada da realidade. Por exemplo nesse mesmo caso do atropelamento. Uma mulher que viu o acidente, acionou o 192 e ficou ao lado da menina que fora atropelada, tentando confortá-la. Tudo bem que algumas pessoas que veem acidentes assim, logo sacam seus smartphones, não para ligar para o salvamento, mas para tirar fotos e compartilhar nas redes sociais, fazendo inúmeros comentários e digitando frases de "efeito", para ter várias "curtidas". São incrivelmente frias e "sem noção". Incapazes de sentir a dor das vítimas, o que mostra um traço de de sadismo.

A mulher, que teve um corte no rosto, poderia muito bem, clamar por atenção e cuidados, mas não. Ela se preocupava a todo momento com seu amigo americano, inclusive para que a deixasse ali, pois estava bem e não necessitava de urgência. Avisou para todas as pessoas que foram socorrê-la que seu amigo era estrangeiro, não falava português e que não o deixassem sozinho.

E o motorista? Bom, algumas pessoas podem julgar, sem nem ao menos possuir todos os fatos e também por não conhecê-lo. Mas além do motorista, estava sua mulher e o filho do casal e que em depoimento, fugiu do local porque estava com medo da reação das pessoas que estavam na rua.

Não quero minimizar nada e nem tratar este acidente com "mais um". Mas porque eu sentiria vergonha "em ser brasileiro"? Pessoas pararam o que estavam fazendo para ajudar. A própria vítima se preocupava com seu amigo, que claro, estava numa situação muito pior. Houve resgate, bombeiros, policiais, enfermeiros e médicos. Houve compaixão, preocupação e respeito pela vida. Sim, o motorista tem que ser penalizado e sim, tem que haver a justiça.

Ah, você tem vergonha de ser brasileiro por causa da Copa do Mundo? Mas não tem vergonha na época da eleição e colocar aquele político suspeito de corrupção só porque ele te deu um lote?

Eu não tenho vergonha de ser brasileiro. O que acontece na nossa política, com desvios, com nossos hospitais lotados e escolas (e ensino) decadentes, com a violência, eu sinto vergonha sim, mas vergonha alheia dos caras de pau que estão no lugar certo, na hora certa, mas por algum desvio moral e ético não fazem nada.