Pronunciamento

12 de Fevereiro de 2012 Victor Almeida Discursos 982

Olá, meu povo brasileiro. Estamos usando este espaço hoje em rede nacional para conversarmos diretamente com você, cidadão que paga impostos, que tem direitos e responsabilidades perante a sociedade. O nosso país, como se sabe, está em franco desenvolvimento. Parcerias importantíssimas estão sendo firmadas, como as com os EUA e com a China, que vai até fabricar Ipad no Brasil, gerando mais empregos e fortalecendo significativamente a nossa receita. Porém, antes, gostaria de pedir encarecidamente a todos que evitem maiores constrangimentos, pois os outros países estão nos observando. Vamos tentar evitar o excesso de xingamentos no trânsito, bem como buzinaços, socos, tiros, esfaqueamentos, ataques com barras de ferro e afins. Também, se possível, peço que nos esforcemos para não abandonarmos bebês recém nascidos embaixo de pontes, entre caixas de papelão, lixões e semelhantes. Namorado, você que nos assiste agora, não assassine sua namorada, muito menos a esquarteje. Moramos em um país democrático, onde sempre há espaço para o debate. Jovens, tentem moderar o consumo de drogas, como o crack, que vem se exacerbando nos últimos anos, o que traz transtornos sociais e sobrecarrega o atendimento de nossa saúde pública. Alcoólatras, também não esquecemos de vocês. Controlem a sede, pois o SUS está cheio de vítimas de cirrose, que andam se arrastando pelos corredores dos postos de saúde, trombando com adolescentes grávidas. E por falar em grávidas, meninas do meu Brasil: a camisinha está aí para ser usada. Tenham mais calma na hora do acasalamento e se protejam. Mais atenção, gente. O país está em desenvolvimento. Ademais, não poderia deixar de citar nossos assaltantes. Peguem leve, principalmente, com os estrangeiros. Temos em vista a Copa do Mundo, as Olimpíadas. Seremos uma vitrine para o mundo. E não queremos mostrar latrocínios em vez de medalhas.
Sobretudo, faço encarecidamente mais um pedido: vamos controlar os nossos ânimos para evitar chacinas em escolas, que vêm matando deliberadamente crianças e adolescentes. Isso causa transtorno e desequilibra o nosso desenvolvimento.
Por hoje é só, meu povo. Fiquem com Deus, e até a próxima.


Leia também
LUSO-BRASILEIRO - Des-História Universal há 2 horas

LUSO-BRASILEIRO Assim como a cor d'olho não colore Aquilo que se tem ...
ricardoc Sonetos 5


Uma Tal Pedra há 19 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 24


Mundo da Gataria há 20 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 45


A história do amor há 20 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 35


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 21 horas

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 9


"Primeiro encontro" há 1 dia

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 7