Saul homem rebelde e questionador que não honrava a Deus nem ao seu Mentor

Saul foi ungido Rei pelas mãos do profeta Samuel, este líder espiritual que apontava para o próprio Deus tinha em sua boca a palavra que daria a direção ideal para Saul seguir e obedecendo se manteria perto de Deus, em obediência e na posição requerida pelo Senhor, todavia o esfriamento e apatia de Saul ás coisas de Deus fez com que ele não visse em Samuel este homem de Deus, este referencial que deveria ser obedecido, mas simplesmente um meio de honra, de sucesso, Saul via em Samuel somente a ponte para ser bem quisto, uma escada para ter seu reino garantido.

E nós vemos que esta mesma deformidade atinge os Saul de hj, pessoas que através de uma autoridade espiritual receberam acessos, privilégios, posições até então adquiridas por direção de Deus, no entanto após terem alcançado o ansiado posto, desprezaram totalmente a palavra de direção e seguiram após o caminho de apostasia.



Saul ensoberbecido se julgava auto-suficiente, para que acatar a direção de um profeta, um homem cheio de valores espirituais e bíblicos, isso não tinha valor para ele, isso nada lhe valia, tomado pela prepotência, julga que somente quem entende de guerra, poder bélico, batalhas é que poderia interferir naquilo que fazia, e assim começou a desprezar a voz da profecia, a voz da sabedoria divina e o profeta Samuel já não significava mais nada para ele a não ser um velho petulante que ostentava um poder que para ele não tinha mais razão alguma, fascinado pelo pouco que tinha enlouqueceu e ainda que desprezasse a voz da profecia esta ainda ecoava nas horas devidas por onrdenança de Deus:



"Então disse Samuel a Saul: Procedeste nesciamente, e não guardaste o mandamento que o SENHOR teu Deus te ordenou; porque agora o SENHOR teria confirmado o teu reino sobre Israel para sempre;

Porém agora não subsistirá o teu reino; já tem buscado o SENHOR para si um homem segundo o seu coração, e já lhe tem ordenado o SENHOR, que seja capitão sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o SENHOR te ordenou."

I Samuel 13:13-14



Saul estava tão alheio ao poder de Deus, confiante no seu próprio e fugaz poder, que após ser advertido nem avaliou-se ou sequer humilhou-se diante de Deus, mas envolvido pelo ativismo do seu reinado , seguia dia a dia, sua caminhada rumo a ruína.



Samuel tenta despertar-lhe do profundo sono, tenta lembrar-lhe de que foi usado por Deus para coloca-lo no trono, e por isso deveria dar atenção a voz de Deus que saia de sua boca, pois era assim que garantiria o sucesso nas pelejas:



"ENTÃO disse Samuel a Saul: Enviou-me o SENHOR a ungir-te rei sobre o seu povo, sobre Israel; ouve, pois, agora a voz das palavras do SENHOR."

I Samuel 15:1



Saul estava cego e surdo, não conseguia ver e nem sequer ouvir a voz que insistia em querer dirigi-lo para vida, mas cheio de si, persistia em seguir sua própria direção, sua própria razão e assim mantinha a sua visão mesquinha, como ideal para o que pretendia, hoje ocorre da mesma maneira, pessoas entorpecidas pelo que veem, pelo que ouvem, pelo que sentem, acabam distanciando-se daqueles a quem Deus levantou para direcioná-las, daqueles a quem Deus usou para um dia potencializá-las, tirá-las de trás das jumentas, tirá-las das inutilidades contínuas, Sauls que ao invés de compreenderem a manterem seus corações fiéis e submissos, rebeldemente se insurgem, e inutilizam quaisquer conselhos, envios, direções ou incentivo, pois julgam-se poderosos demais, para respeitarem ou obedecerem algúem que julgam ultrapassado e assim sem se aperceberem , desprezam o próprio Deus, o próprio Senhor do senhores e tornam-se desqualificados, incapacitados para por a termo os planos superiores e eternos de Deus, pois optam por andar na limitação de suas vidas.



"Arrependo-me de haver posto a Saul como rei; porquanto deixou de me seguir, e não cumpriu as minhas palavras. Então Samuel se contristou, e toda a noite clamou ao SENHOR.

I Samuel 15:11



Samuel ainda gostava de Saul, mas a insubordinação dele, decretara o seu próprio fim diante de Deus, pois a cada vez que desprezava o conselho, o auxílio não desprezava somente ao seu Líder espiritual mas o próprio Deus, cada vez que fazia as coisas de sua própria maneira, fingindo ter obedecido a Deus, tornava-se mais e mais repugnante aos olhos do Senhor dos Exércitos que não precisa de sabidões, mas de corações rendidos a Ele, para dar vitória sobre batalhões.

Saul mais uma vez finge obedecer a determinação de Deus, e faz o que julga melhor fazer, julga-se mais sábio que o seu mentor espiritual, julga-se na verdade mais sábio e capaz que o próprio Deus:



E madrugou Samuel para encontrar a Saul pela manhã: e anunciou-se a Samuel, dizendo: Já chegou Saul ao Carmelo, e eis que levantou para si uma coluna. Então voltando, passou e desceu a Gilgal.

Veio, pois, Samuel a Saul; e Saul lhe disse: Bendito sejas tu do SENHOR; cumpri a palavra do SENHOR.

Então disse Samuel: Que balido, pois, de ovelhas é este aos meus ouvidos, e o mugido de vacas que ouço?

E disse Saul: De Amaleque as trouxeram; porque o povo poupou ao melhor das ovelhas, e das vacas, para as oferecer ao SENHOR teu Deus; o resto, porém, temos destruído totalmente.

I Samuel 15:12-15



Samuel indignado com tanta teimosia, desobediência e soberba diz a Saul que vai contar-lhe o que Deus tem falado a respeito dele, Saul totalmente desinteressado e sem temor algum , responde: Fala!



Então disse Samuel a Saul: Espera, e te declararei o que o SENHOR me disse esta noite. E ele disse-lhe: Fala.

I Samuel 15:16



Samuel então revela quão pequeno Saul era humanamente, mas Deus o ungiu e levantou sobre todos, e direcionou-lhe para agir de uma maneira sábia e prudente nas guerras, destruindo os inimigos, pois a obra de Deus visava mais do que um reino limitado, mas realmente a proteção e preservação de Israel por séculos e séculos, mas a mente finita de Saul só visualizava o presente e assim ele agia de acordo com sua pequena mente e assim desobedecia as direções divinas e ainda insistia em achar-se certo, não admitia que errou, sempre justificava-se por não fazer realmente como Deus determinou-lhe através do profeta ou buscava culpados mas nunca admitia ser o errado, ter falhado em sua obediência, submissão, o orgulho e dureza que tinha não permitia que assumisse suas fraquezas e desvios:





E disse Samuel: Porventura, sendo tu pequeno aos teus olhos, não foste por cabeça das tribos de Israel? E o SENHOR te ungiu rei sobre Israel.

E enviou-te o SENHOR a este caminho, e disse: Vai, e destrói totalmente a estes pecadores, os amalequitas, e peleja contra eles, até que os aniquiles.

Por que, pois, não deste ouvidos à voz do SENHOR, antes te lançaste ao despojo, e fizeste o que parecia mau aos olhos do SENHOR?

Então disse Saul a Samuel: Antes dei ouvidos à voz do SENHOR, e caminhei no caminho pelo qual o SENHOR me enviou; e trouxe a Agague, rei de Amaleque, e os amalequitas destruí totalmente;

Mas o povo tomou do despojo ovelhas e vacas, o melhor do interdito, para oferecer ao SENHOR teu Deus em Gilgal.

I Samuel 15:17-21



Saul por seu orgulho, ativismo se afastou de Deus, afastou-se assim do propósito divino, já não servia mais, seu reinado estava comprometido, suas ordens não cooperavam ara o bem maior que Deus pretendia , sua liderança limitada ao seu racionalismo e preparo humano o tornava inútil para o plano grandioso que Deus tinha a desenvolver sobre israel, e naquilo que era sua ineficiência a obediência á palavra iria constituí-lo e capacitá-lo no entanto ele não quis dar ouvidos e andou na limitação da sua carne, e aquilo que tanto perseguia que era a feitiçaria no reino, passou a fazer parte da sua vida, aquilo que ele julgava mais abominável, aos olhos de Deus ele vivia, a rebelião dele tinha o mesmo peso que um culto de feitiçaria que ele via como abominação. Da mesma forma o contender a cada ordem dada, debater, contradizer tudo que lhe era ordenado se comparava a idolatria que ele tão ferozmente odiava, cegamente e religiosamente não compreendeu que da mesma forma que rejeitava o homem de Deus com suas Palavras, rejeitava ao próprio Deus e finalmente por Deus foi rejeitado.



Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.

Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.

I Samuel 15:22-23



Saul após rejeitar tantos conselhos, fazer as coisas do seu próprio jeito, desobedecer, rebelar-se contra a determinação, questionar a vontade de Deus julga que mais uma vez tudo passará sem consequências, e pede perdão não reconhecendo o próprio erro, mas mais uma vez alegando que as muitas vozes o fizeram perder a razão, nega assim que dentro dele haja o homem soberbo, rebelde, insubordinado que é, porém agora é tarde demais, o próprio Profeta Samuel que até então ficava do lado dele, se importava declara que não mais vai apoiá-lo em nada, mas vai afastar-se definitivamente, já que para ele a presença de Samuel simbolizava só o status de um líder espiritual, e nada mais que isso, pois não dava ouvidos ás suas palavras e nem tinha respeito algum pela sua condição de profeta ou Mentor Espiritual, mas queria a presença dele, para dar-lhe mais autoridade no convívio com o povo Israel que era muito ligado ás coisas de Deus, assim Saul rejeita a Deus, despreza ao próprio querer e direção de Deus, sempre opta por fazer sua própria vontade , sempre da jeito de fazer esquemas e ter atitudes para que sua vontade seja atendida, por isso seria rejeitado e desprezado.



Então disse Saul a Samuel: Pequei, porquanto tenho transgredido a ordem do SENHOR e as tuas palavras; porque temi ao povo, e dei ouvidos à sua voz.

Agora, pois, rogo-te perdoa o meu pecado; e volta comigo, para que adore ao SENHOR.

Porém Samuel disse a Saul: Não voltarei contigo; porquanto rejeitaste a palavra do SENHOR, já te rejeitou o SENHOR, para que não sejas rei sobre Israel."

I Samuel 15:24-26


Vemos hoje muitos lideres que se tornaram assim, Saul, desprezam a voz profética, ou os ensinos daqueles que tem maturidade e experiência com Deus, julgam-se superiores, sem saber que nada tem, querem somente estar perto do Lider Espíritual para inspirarem autoridade e domínio maior sobre aqueles que respeitam as coisas sagradas, perderam-se espiritualmente são apóstatas e só mantem suas relações por interesses, não obedecem, não seguem direções , não dão ouvidos a Deus, pois julgam que com suas estratégias são poderosos e únicos, caminham para falência total, se o líder espiritual, por direção divina se afasta deles, eles se desesperam, lutam , insistem, persistem pois como ficarão sem aquele apoio, isso pode manchar a imagem daqueles sobre quem querem dominar.




Ainda que não obedeçam a Deus, ainda que não se sujeitem a Palavra do Senhor, ainda que tivesse sido rejeitado pelo próprio Deus isso não importava,se todavia aos olhos dos homens ainda fosse visto como alguém espiritual, as pessoas certamente se comoveriam e julgariam que ele tinha comunhão com Deus, mas Samuel falou eu não posarei do seu lado, assim muitos Samueis tem se apartado de Sauls, pois não suportam suas teimosias, soberbas, prepotências e pecados ocultos mas estes Sauls são capazes de tudo , se humilham ao homem, imploram, querem ser vistos abraçados com o homem de Deus, querem ser retratados ao lado deles, não porque queiram direção, ensino, exortação ou Palavra, mas por status, posição, colocação de honra aos olhos dos outros, estes são capazes de tudo mas não é por amor, é por egoísmo puro, o alvo é o próprio ego, o próprio eu que quer ser destacado, seja como Samuel, rejeite os aduladores por posição e poder Saul não obedecia deveria implorar o favor e a graça de Deus não ser visto com o homem de Deus, mas isso era tudo o que ele queria prova da sua hipocrisia.

Raquel Camargo Fragoso
Enviado por Raquel Camargo Fragoso em 31/01/2012
Código do texto: T3471485

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ('Citar a autoria de Raquel Camargo Fragoso e o blog raquelfragoso.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.