Sindrome de Down Espiritual - O mal da geração cristã atual

Este escrito tem a intenção de despertar os cristãos para esta doença espiritual que tem afetado a geração atual, diante do frágil crescimento emocional e espiritual das pessoas indago, para avaliação individual dos leitores, qual a sua idade espiritual?

Quando pergunto por isso, não indago sobre a data em que você aceitou a Jesus, ou o dia do seu batismo, mas a real idade que você tem diante de Deus, a quantos anos está no caminho e continua sendo um bebê chorão, será que há anos conheces o evangelho e no entanto ainda precisas ser carregado nos braços, pois não andas com as próprias pernas? Será que embora já tenhas corpo para desenvolver-se e gerar filhos e família, pois já pelo tempo tens uma estatura aos olhos dos homens mas ainda queres ser protegido e cuidado, a criança que tem no plano físico a síndrome de Down chegará a vida adulta e ainda é uma criança, inapta para assumir responsabilidades ou cuidados sobre alguém, e espiritualmente tem ocorrido assim pessoas que já deveriam ser mestres, pais espirituais, que carregam filhos, herdeiros no colo e os sustentam, todavia porque são débeis espirituais, pararam no tempo e com este estudo visa a compreensão e identificação deste mal que tem contaminado as vidas e pessoas:

Para pessoa viver o crescimento e amadurecimento espiritual, é necessário que se beba do leite genuíno, não falsificado que é a Palavra de Deus, muitas pessoas não se desenvolvem espiritualmente permanecendo na mesma condição enferma pois ao invés de darem ouvidos á Palavra de Deus que limpa e purifica, apegam-se ás chupetas da malícia, engano, fingimento, inveja, murmurações e porque não deixam estas práticas enganando-se vêem o tempo passar e nada diferem emocional e espiritualmente do tempo que não conheciam a Jesus, nunca deixam de ser velha criatura, mas é necessário que nasçam de novo e se quiserem se desenvolver, saciem-se da Palavra da Verdade assim, crescerão saudáveis:

“DEIXANDO, pois, toda a malícia, e todo o engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações,
Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo;“
I Pedro 2:1-2

Primeiro causador do mongolismo espiritual:

1. Desinteresse pela palavra de Deus:

A negligência no ouvir a palavra de Deus, impossibilita de forma clara o amadurecimento, e de contra ponto como disse Tiago, não basta ser um ouvinte é necessário ser um praticante, há pessoas que decepcionadas ou rejeitadas pelo mundo acabam encontrando na igreja a opção, não para conhecerem a Deus, crescerem e se tornarem mais uma testemunha viva do Seu Poder e tornar-se um multiplicados, mas simplesmente para satisfazerem suas carências e decepções, então não se importam com a pregação, não admitem correção, ensino ou qualquer instrução, mas vêem a igreja como um Point um ponto de encontro onde seus amigos encontrarão, ou um Pronto Socorro onde recorrem simplesmente na hora da dor e após uma melhora ausentam-se, outros veem a igreja como um Restaurante, onde em suas cantinas se deliciam das maiores guloseimas, pois só ali para comprarem fiado, outros julgam que a igreja é simplesmente um Núcleo de Assistencia Social onde retirarão suas cestas básica quando carecerem, ou por fim simplesmente um Hospital onde buscam simplesmente a cura e palavra para sua doença e fora isso se ausentam.

Porém a Igreja tem um simbolismo muito superior a tudo isso, Cristo a descreveu: “Minha casa será chamada, casa de oração...” na realidade o maior motivo da igreja é o ajuntamento em prol da invocação do Nome de Deus, a busca humana pelo favor de Deus e ali o Senhor dispensa a Sua palavra que é cura não somente para o físico , mas para o emocional e espiritual, é uma comunhão não partidária em prol de princípios humanos ou frágeis, visando ego humano ou auto satisfação, mas uma comunhão em prol de um único propósito Agradar a Deus e fazer Sua vontade.

2. A falta da Palavra de Deus nos sermões

Devido a superficialidade das pessoas, bem como seus desinteresses e divagações, hoje pregar a palavra na realidade exige mais do que zelo mas muito amor a Deus e as vidas, pois como Paulo alertou que nos últimos dias os homens não suportariam a sã doutrina, mas desejariam ouvir somente coisas agradáveis e por isso muitos pregadores para serem bem requisitados e queridos perderam-se, deixaram de dar o leite genuíno, deixaram de alimentar as ovelhas com a Palavra de Deus e por isso, estas crescem só no tamanho, na ambição, no egoísmo, mas no espírito continuam sem conhecimento algum do mundo espiritual, dos valores eternos, ou dos princípios de Deus.
Por isso se faz necessária pregar a todo tempo, não o que alimenta a alma, mas o espírito que eleva a uma vida de comunhão com Deu, pois quando se aponta a deus para os homens estes se apegam mais ao Divino e Eterno, mas quanto mais se prega o mundo, mas gera-se carnais que só andam pelo que vêem e desprezam o Espírito.

“Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.“
II Timóteo 4:2-5

No livro de Hebreu lamenta-se a infantilidade espiritual dos convertidos, pois muitos embora estivessem anos “no caminho de Deus” e pelo tempo já teriam condições de serem instrumentos para salvação, mestres , ajudadores todavia continuavam meninos cheios de emocionalismos, teimosias, birras e infatilidades e por isso tinham que ser alimentados com leite quando era tempo de já se alimentarem mais solidificadamente, tornaram-se pessoas deficientes, porque houve algo no crescimento que impediu de que fossem formados e crescessem de forma perfeita, e esta debilidade ocorreu porque eles foram negligentes no ouvir a Palavra de Deus.

“Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação; porquanto vos fizestes negligentes para ouvir.
Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento.
Porque qualquer que ainda se alimenta de leite não está experimentado na palavra da justiça, porque é menino.
Mas o mantimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal.“
Hebreus 5:11-14

Uma pessoa débil espiritual ela é alguém comprometida nos seus sentidos, visão , audição e fala, não tem discernimento, e ao invés de gerarem frutos, se tornam grandes preocupações para os seus capazes, que a vigiarão por todos os dias de sua vida, senão se destroem, cometem atrocidades ou ações terríveis pois não são responsáveis.

Os afetados pela síndrome de Down possuem maior risco de sofrer defeitos cardíacos congênitos, doença do refluxo gastroesofágico, otites recorrentes, O progresso na aprendizagem é também tipicamente afectado por doenças e deficiências motoras, como doenças infecciosas recorrentes, problemas no coração, problemas na visão (miopia, astigmatismo ou estrabismo) e na audição. (Extraído Síndrome de Down – Wikipédia, a enciclopédia livre


Perceba, a Síndrome de Down Física gera tais consequências e os afetados por esta Doença espiritual também tem os mesmos sintomas:

• Defeitos cardíacos congênito : Doenças de coração, sentimentos, emoçcionalismo doentio
• Doença de refluxo gastroesofágico: refluxo, não engolem nada que vem da parte de Deus, rejeitam o verdadeiro Pão que é a palavra, colocam para fora logo após terem recebido.
• Otite recorrente: Dores nos ouvidos, comichões que não permitem ouvir a Palavra de Deus, problema sério de audição, constante, pois não dão ouvidos ao espírito.
• Dificuldade no Aprendizado: Por mais que são ensinados, não aprendem, podem passar por vários mestres, pregadores mais variados, todavia não assimilam a vontade de Deus para sua vida.
• Doenças infecciosas recorrentes: Sempre estão infectados com um novo vírus, ódio, raiva, sentimentalismo, rejeição, desprezo, amargura, vícios é ainda multiplicando estas bactérias infectam mais pessoas.
• Problema na visão: Não olham para Deus e Sua vontade, sempre estão com os olhos postos nos homens e em si mesmo, perdendo o foco e o envio de Deus (ou não vem de perto, ou de longe, ou vêem as coisas deformadas.
• Problema de audição: Não sabem ouvir o que precisam ouvir, mas só quer ouvir o que lhe interessa.



Entretanto perceba bem, enquanto um adulto que sofre de Síndrome de Down plano físico pode permanecer até o fim da vida uma criança pura emocionalmente, ao contrário a Sindrome espiritual como Paulo diz deixa a pessoa em um estado de paralisia e prostração em hábitos como a malícia, engano, fingimento, inveja e murmurações. (I Pedro 2:1-2)
E este preso emocional e espiritual, não aceita nem ser repreendido, pois é tão infantil que não acata e nem entende o real motivo e preocupação que um líder ou responsável tem pela sua vida espiritual, por que são carnais, e andam segundo a compreensão humana das coisas e não espiritual.

“E EU, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo.
Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis,
Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?“
I Corintios 3:1-3

Vemos então nisso a importãncia de acatarmos com mansidão a palavra a nós imbuída sem resistência, bebamos do leite genuíno, ouçamos e pratiquemos a verdadeira palavra ela nos livrará deste mal do século que tem dominado as gerações da atualidade.

“Por isso, rejeitando toda a imundícia e superfluidade de malícia, recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas.
E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos.
Porque, se alguém é ouvinte da palavra, e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla ao espelho o seu rosto natural;
Porque se contempla a si mesmo, e vai-se, e logo se esquece de como era.“
Tiago 1:21-24

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (“Citar a autoria de Raquel Camargo Fragoso. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas).

Raquel Camargo Fragoso
Enviado por Raquel Camargo Fragoso em 21/11/2011
Reeditado em 28/11/2011
Código do texto: T3348687

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ('Citar a autoria de Raquel Camargo Fragoso e o blog raquelfragoso.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.