O pai de Abrão e sua incapacidade de vencer a dor do passado

Havia em Ur uma família o pai se chamava Terá e tinha 3 filhos, chamados Naor, Harã e Abrão Harã teve um filho a quem deu o nome de Ló, porém no passar do tempos Harã acabou falecendo.

"E morreu Harã estando seu pai Terá ainda vivo, na terra do seu nascimento, em Ur dos caldeus. (Gen:11:28)

O pai desgostoso, resolveu mudar de cidade, ir embora para uma terra bendita, reconhecida pela prosperidade, dela manava leite e mel, e saiu de Ur acompanhado dos 2 filhos, noras, e do netinho...Terá foi para Canaã.
Saiu e caminhou muito tempo com um objetivo chegar naquela terra, bendita e próspera, porém no meio do caminho ele encontra uma cidadela que tem por nome Harã, por coincidência o mesmo nome do seu filho que falecera, e ali aquele pai ficou.

E tomou Terá a Abrão seu filho, e a Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e a Sarai sua nora, mulher de seu filho Abrão, e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; e vieram até Harã, e habitaram ali."
Gênesis 11:31

Aquela parada que deveria ser para renovo das forças acabou tornando-se uma morada, e aquele pai com projetos grandiosos, cede diante da terra que tinha por nome o do menino que ele perdera, seria destino? Viver refém daquele abatimento e dor, faria parte do plano de Deus?
Terá aquele pai abatido, acaba cedendo , tantas lembranças do passado, a perda do seu querido filho não o deixa mais viver, o sonho de chegar a terra bendita, parecia estar longe demais para ele e certamente julgava que esse bem não era para ele viver, talvez fosse seu carma? Afinal Terá cria em muitos deuses, e quiça estava destinado a dor, choro, lamento e angústia por toda a sua vida, pela perda, e embora tenha tentado fugir da terra de Ur onde seu filho faleceu, agora parecia perseguido pela sina, na terra que tem o mesmo nome do seu filho falecido Harã, acaba por ceder e desistir de viver, afinal já havia morrido quando perdera o querido filho seu.
Seus muitos deuses , e sua muita fé neles não o pudera libertar, da dor , desamparo e perda que sofrera por ter perdido o seu filho Harã, mas parecia que o destino queria que ele e seus filhos vivessem reféns daquele gemido pelo resto da vida:

Josué 24:2
Então Josué disse a todo o povo: Assim diz o SENHOR Deus de Israel: Além do rio habitaram antigamente vossos pais, Terá, pai de Abraão e pai de Naor; e serviram a outros deuses.


E embora Terá tenha vivido 205, não conseguiu mudar a sua sorte e nem viver uma mudança na sua vida, só saiu de Ur, mas não o passado, dificuldades e angústias pareciam persegui-lo e acabou habitando até o fim da sua vida, em Harã a terra que tinha por nome o filho que perdera, simbolizando que terminou a vida, preso a mesma tristeza e perda que sofrera:

"E foram os dias de Terá duzentos e cinco anos, e morreu Terá em Harã."
Gênesis 11:32

Existem muitas pessoas que se identificam com a história do pai de Abrão, pois em um momento de sua vida foram atingidas por uma tragédia, dificuldade ou opressão e com a pouca força que tinham tentaram livrar-se da amargura e sina de viver com a alma abatida pela falta que sofreram ou perda, porém embora se arrastando tenham se prontificado a superar e deixar o passado para trás , parece que algo sempre as arrastava para as mesmas dificuldades e angústias e como Terá embora tenham andado muito, acabaram se deparando com o mesmo sentimento, situação que lhes prendera há anos atrás, assim como Terá saiu de Ur para se livrar da lembrança que o martirizava de toda a infância e morte do seu filho Harã, agora após andanças, encontra uma terra chamada Harã que reaviva todas as emoções que tanto procurara livrar-se, e potencializa a sua dor e amargura.
E Terá por fim desiste de prosseguir, desiste de lutar, mas acaba se entregando ali , julgando que Deus teria para ele esse pesar, que isso fazia parte de sua vida e não conseguiria libertar-se por mais que queria, voltar a viver e caminhar com vigor e alegria, mas agora o golpe tinha sido forte demais, Terá cede e entrega-se , não resolve mais avançar, mas certamente incentiva toda sua casa e família a ficarem naquele lugar, pois por mais que tentemos talvez tenha dito: - Jamais conseguiremos avançar, a terra bendita não é para nós, esta é nossa sina, ficarmos refém desta dor assassina.
Terá morreu ali, e seus filhos e noras convencidos com este fim, acomodam-se em Harã e desistem de sonhar ou atingir a terra tão querida por seus pais um dia , a Canãa.
Porém há um Deus que dos altos céus acompanhou a luta daquela família, Deus esse que tinha poder de quebrar toda a sina, mudar a sorte e dar nova vida e vendo que aquela família desistira da vida e de ousar alcançar a terra bendita, aparece a Abrão o filho de terá e lhe incita a levantar-se para seguir jornada , ir para uma terra abençoada e frutífera.
Abrão não imagina, quem seria este, que quer entregar-lhe uma terra bendita, que terra seria esta, e porque a preocupação com eles? Afinal o seu pai com tantos deuses de prata, ouro, madeira, já não tinha conseguido chegar lá em Canaã, que cidade ou terra seria esta que este Deus invisível queria entregar-lhe??? Parecia que ele tinha pressa? Porventura este Deus poderia superar toda história de dor e traumas que deixamos para trás, por acaso este Deus sabia que nem filhos Abrão e Sarai sua esposa podiam gerar?

"ORA, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei." Gênesis 12:1

Este Deus invisível lhe fala de crescimento, expansão, prosperidade, avanço e conquistas, certamente Abrão pensara em toda a sina que seu pai pregara, o karma que teriam que carregar por toda a vida, será que este Deus poderia mudar a sua vida, seria este Deus superior aos muitos deuses que seu pai servirá, Abrão já não conseguia mais suportar aquele clima familiar, negatividade, lamento, murmúrios, pelo que ocorrera no passado, Abrão queria viver o novo, sair da pequenez, vencer as perdas, traumas e angustias, até quando ficaria refém da dor pela perda de Harã, até quando ficaria debaixo do mesmo sentimento, Abrão ouviu a voz daquele Deus e creu que haveria alguém que tinha para ele muito mais do que um destino, pré-traçado sem perspectivas de mudança, Abrão creu que havia este Deus que poderia escrever um futuro, uma história de conquistas e vitória pelo seu poder.

"E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção."
Gênesis 12:2

Abrãao creu em Deus, dispôs-se e desprendeu-se dos deuses dos seus antepassados que não teve poder de livrá-los das muitas culpas, angústia e fracassos da perda, e confiante do Senhor que na verdade é o Criador dos céus , da terra e dos mares caminhou rumo a uma terra prometida, terra esta que por fim foi saber era a terra tão querida e ansiada por seu própria pai Terá, a terra de Canaã.

Tiago 2:23
E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus.
Abrãao acreditou e sua fé o levantou, não ficou preso aos mesmos conceitos e embaraços dos seus antepassados, mas confiante e cheio de força e fé, caminhou para a terra prometida, sem ficar preso ao passado que deixou para trás e tornou-se um homem bendito, próspero, bem sucedido e conquistador.
Independente do histórico da sua família, ou do que ocorreu na sua casa, liberte-se hoje dos grilhões que sempre aprisionaram a sua família , quer seja depressão, religiosidade, passividade, saudosismo, amargura, desprezo, perdas, fracassos ou sinas, olhe para o Deus dos céus o Eterno e fiel, e busque-o , pois Ele tem poder para te levar a altos lugares, Ele tem poder de mudar sentenças, mudar a sorte Ele é suficiente para transformar a história da sua vida e família, ainda que como o pai de Abrão, Terá, você julgue que é o destino que determinou o seu choro ou dor, e até hoje tenhas paralisado a sua vida, pois pelo muito que você lutou não conseguiu sair do mesmo lugar ou se desprender da dor que quer mutilar os seus sonhos e projetos familiares, todavia, acredite há um Deus que muda até o teu karma, se assim quiseres enxergar.
Cristo encontrou uma prostituta condenada pelos homens e sociedades e ele a elevou para uma condição de limpeza, e santificação.
Cristo encontrou um cego de nascença, mendigo e curou-o instantaneamente, mudando sua condição tão baixa para uma condição de um homem cheio de opção.
Creia neste Deus que te assiste, e tem poder de fazer-te crescer, vencer e ser uma pessoa bendita, próspera e bem sucedida, independente da situação que estás agora, poderás ser livre da amargura do passado.
Abrãao venceu a paralisia e frustração de sua família, pela movimentação certa, direcionado pela palavra de Deus.
Creia na palavra e mova-se, ou como Terá, o pai de Abrãao, fique olhando para trás e permaneça no ostracismo.
Não tem idade para recomeçarmos, creia o melhor de deus está por vir:
"ORA, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.
E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção.
E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.
Assim partiu Abrão como o SENHOR lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos quando saiu de Harã."
Gênesis 12:1-4

>
Raquel Camargo Fragoso
Enviado por Raquel Camargo Fragoso em 04/02/2011
Reeditado em 19/04/2011
Código do texto: T2771835

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ('Citar a autoria de Raquel Camargo Fragoso e o blog raquelfragoso.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.