NELSON WERNECK SODRÉ: história nova e materialismo

20 de Março de 2012 Acir da Cruz Camargo Ensaios 1096

NELSON WERNECK SODRÉ: história nova e materialismo histórico no Brasil
Rio, 18.01.93
Prezado Acir da Cruz Camargo, saúde e paz. Respondo sua carta de 08 de janeiro corrente, ponto por ponto. Agradeço as correções ao meu livro A ofensiva reacionária. Nunca sou eu quem corrige os originais ou as provas e padeço, como todo autor, do problema das incorreções no texto. É preciso ter paciência. Suas correções serão introduzidas em uma nova reedição possível. Vou lhe enviar uma obra minha que tem a relação de todos os meus livros. Não tenho cópia do artigo sobre Álvaro Vieira Pinto e o jornal Diário de Notícias desapareceu. Osvaldo Costa, um dos maiores jornalistas brasileiros, já falecido, foi o diretor e editor de O Semanário. Genese e formação da consciência nacional é o mesmo Consciência e realidade nacional, obra de Álvaro Vieira Pinto. Alceu Amoroso Lima não se recusou a falar no ISEB; trata-se de uma mentira divulgada na época. O livro publicado em Moscou tem título em russo, língua que desconheço. Não foi posto à venda no Brasil, nem foi traduzido. Pedro Celso Uchoa é, atualmente, professor na Universidade de St. Louis, nos Estados Unidos, Missouri. Foto minha só tenho antiga. Vou ver se encontro. Eu não disse que os textos do ISEB não se baseavam no materialismo histórico. Disse que os textos da História Nova é que nele não se baseavam. E disse certo, pois tais textos, embora revelem nos autores conhecimento do materialismo histórico, foram propositadamente, redigidos de maneira livre, isenta de fidelidade ao materialismo histórico, uma vez que seriam editados, como foram, pelo MEC e isso nos impossibilitava de obedecer, ortodoxamente, ao materialismo histórico. Tais textos eram alternativos, para os professores, que, sem eles, só dispunham dos compêndios de clara indigência terrível. Fazendo um trabalho para o Estado, não podíamos aplicar, a rigor, um método que o Estado não apreciava. A mente dos autores, pelo menos naquele tempo (alguns mudaram de posição) era norteada pelo materialismo histórico. Considero Formação histórica do Brasil o meu livro fundamental. Não sei se é o melhor, mas é o que assinala um rumo que seria o meu pelo resto da vida. Por último, não conheço nenhum estudo especial, em livro, sobre a minha obra. Quanto à entrevista, é preciso apenas combinar dia e hora. Pois sempre viajo. Agora mesmo estou de partida para S. Paulo, onde devo permanecer um mês. Abraços do amigo Nelson Werneck Sodré Acir
Enviado por Acir em 01/01/2012


Leia também
Oração ao Anjo da Guarda… há 1 hora

A fé é algo que aprendemos desde pequenos. Eis a importância de mostrarm...
anjoeros Poesias 5


O Xis da Questão há 2 horas

Não gosto de rimas forçadas. Apesar de que às vezes é preciso, para...
a_j_cardiais Sonetos 16


Seguir em frente... há 2 horas

Seguir em frente. Olhos altivos para seguir adiante. Celebrar as vitória...
anjoeros Poesias 5


Seguir em frente... há 2 horas

Seguir em frente. Olhos altivos para seguir adiante. Celebrar as vitória...
anjoeros Poesias 5


Visão Magmática há 2 horas

Os lobos espreitam escondidos... Como não dou ouvidos, mastigo meus text...
a_j_cardiais Poesias 24


Café da manhã e poema de amor... há 2 horas

Continuo esperando a sua visita à minha página Anjo Eros: Sensualidade e ...
anjoeros Poesias 5