Turma da Mônica

Cinquenta três anos de Maurício, Mônica e sua turma

Por Isabella Feitosa

No dia 18 de julho de 1959, nasceu o Bidu, primeiro personagem do famoso cartunista, Maurício de Souza, onde começa a sua missão com o público infantil brasileiro, logo em seguida vem Franjinha, Monica e cia.
A maioria de seus personagens são inspirados nos seus filhos, Mônica, Magali, Marina, Maria Cebolinha (Mariângela Takeda), Nimbus (Mauro Takeda), Do Contra (Mauricio Takeda), Vanda, Valéria e Dr. Spada, onde alguns deles também trabalham com ele.

Segundo Maurício, tudo começou na Redação do Jornal Folha da Manhã (Folha de SP) e com a inspiração de outros cartunistas e suas tirinhas, como o Espírito, do norte-americano Will Eisner, o velho e bom Popeye, de E. C. Segar, o Garfield, de Jim Davis e o homem primitivo Alley Oop, criado por Vincent T. Hamlin e que no Brasil ficou conhecido como Brucutu.
Com o fascínio pelo desenho de ficção científica que aparecia em sua frente, a turma começava a se formar.

A criação dos personagens foram sendo moldados gradativamente, como Horácio que chegou hà demorar 30 anos para sair de sua prancheta. "Ele é o Mauricio em forma de dinossauro. Tratava-se de um projeto muito pessoal me custava mostrar para a equipe e até hoje só eu posso desenhá-lo. Quando vou desenhar a Magali, por exemplo, eu preciso virar a Magali. No Horácio, não preciso." Explica.

Maurício conta que um dia descobriu que amigos distantes liam o Horácio para saber novidades da sua vida, se estava triste ou alegre. Quando ele ficou sabendo que estava se expondo demais, passou a tomar mais cuidado.
Para quem sonha um dia em ser cartunista como o mestre Maurício de Souza, ele deixa a dica "Muita gente pode pensar que o mais importante é o traço, mas isso não é verdade. O que faz uma boa história em quadrinho é o texto". Isso evidencia o fato de muitos adultos lerem suas Estórias.
A Tirinha, o desenho animado, os filmes, o teatro e toda a forma de manifestação de seu trabalho da Turma da Mônica, expressão bem a grande produção de texto por trás dos desenhos.

Hoje com 50 artistas na sua equipe de produção, o ilustrador deixa claro que tudo passa por ele, "Tudo passa por mim. Eu analiso, sugiro, penso em saídas para todas as histórias que a minha equipe produz" realça. No roteiro, percebo se o estilo, o ritmo, a mensagem e o comportamento dos personagens estão de acordo com o que penso deles. Quando há alguma sugestão de mudanças, nos reunimos e discutimos o quanto for necessário." Assumi ele.

Com 73 anos e 53 de muito trabalho árduo, tanto no desenho, como no texto, Maurício de Souza faz questão de acompanhar todo trabalho que realizam sobre a Turma da Mônica e cia. O Carioca que criou um dos desenhos mais bem vistos no Brasil, deixa sua marca com simplicidade e simpatia.