Tarkeden - O Filho Esquecido (O Arco Prata)

08 de Setembro de 2013 FKarvalho Frases 562

“O solavanco da carroça na estrada de terra fazia com que as costas agonizassem. As mão amarradas e o destino definido por apenas uma má sorte. Hoje e o dia do meu julgamento, sentença e execução. Rogo aos deuses antigos que me protejam, mas percebo que a muito tempo fui abandonado pelas mas escolhas que fiz. A cicatriz no peito queima, a espada grita por meu nome, suplico aos deuses antigos por mais uma chance, eis que sou ouvido...” Tarkeden, O Filho Esquecido ( O Arco Prata )

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
UM GATO NO ESPELHO há 5 horas

Um gato, parado diante do espelho do quarto de sua dona, discutia com...
madalao Infantil 12


Tudo junto e misturado há 12 horas

Tudo junto. Misturado. Animado. Apaixonado. Completamente dado e entreg...
anjoeros Poesias 14


Quando senti vontade de amar... há 12 horas

Prefiro ser acusado de amar demais do que ser reconhecido por ser aquele q...
anjoeros Poesias 9


Meu café há 1 dia

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 14


Ao pé do ouvido há 1 dia

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 15


Poesia viva há 1 dia

AMO VOCÊ,MINHA POESIA VIVA... TRAZES NO CORPO AS ESCRITAS DA VIDA OS MOM...
anjoeros Poesias 12