MAZZAROPI- homenagem

18 de Agosto de 2014 professor Homenagens 537

MAZZAROPI----------------Poema de Antonio Miranda

Precisamos resgatar a figura do Jeca Tatu
do matuto, do nosso esquecido Mazzaropi
-um caipira com nome de pizzaiolo!

Não importa, ele era telúrico!
com suas botas, fumo-de-rolo, chapéu surrado
camisas quadriculadas, cusparadas e babaquices
[babaquice não é uma palavra poética
adverte-me o editor Victor Alegria]
caminhando aos trambolhões, apalermado.

Seu casebre era de pau-a-pique o cão preguiçoso a imitar o dono, o panelão no fogo e o cigarro-de-palha queimando-lhe os lábios no cochilo ou no ronco escancarado. Grosseiro? Vulgar? Caricato?

Ríamos de nosso próprio desengonço ,de nossa rudeza, ingenuidades
ao som de violas e pilhérias ,em torno de fogueiras, sob bandeirinhas
de São João, no terreiro na roça! no cinema, envergonhados.

Os filmes horríveis, por isso maravilhosos!
Cantava como um bezerro desmamado atuava imitando a si mesmo
e, por isso mesmo, genial.

Os filmes eram sempre os mesmos os enredos sempre iguais, banais ,as mesmas vacas, os mesmos pastos da fazenda que devia ser a dele as mesmas galinhas o velho caminhão de feirae aquele andar pisando ovos ou bosta de gado.

Era o nosso Cantinflas, o nosso Chaplin
ou, se menos, nosso palhaço-de-circo
nosso ventríloquo, nosso bobo da corte
que nos levava ao riso e às lágrimas.

Agora os nossos interioranos são cowntry
em vez de viola ouvem guitarras elétricas
em vez de calças frouxas e encolhidas
usam jeans e cintos reluzentes.

Mas, lá adiante, no pé-de-serra ainda existe um Mazzaropi tirando bicho-de-pé com facão de cortar cana e alguma lamparina, uma moenda caninha de alambique uma capelinha rural enfeitada de fita e folhas de palmeiras e um galo marcando a tradição

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
LUTA ARMADA há 15 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 5


Paz Celestial há 1 dia

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 12


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 2 dias

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 61


Poema Suado há 2 dias

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 50


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 20


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 15