O último dia da juventude

30 de Setembro de 2013 MaryPrincess88 Homenagens 643

O último dia da juventude
Por: Mary Princess

Um minuto de silêncio.
A liberdade de expressão perdeu a tônica.
O capitalismo venceu a utopia, de lavada.

À meia-noite as luzes se apagam.
Amanhã é outro dia e eu não estou pronta pra outra.

Tudo termina em festa, assim deve ser.
Aprendi a cantar nos dias tristes,
dançar na chuva e negar o preconceito.

Vivi esse sonho, meu coração está partido,
porém certo de que o que vi nunca vou me esquecer.

A comparação fode com as expectativas,
o presente é uma sátira malfeita do que já foi visto por aí...

Ninguém gosta de rir com algemas.
Temos o direito de nos sentirmos representados,
sem que a piada denigra a integridade.

Não há interesse em ser a versão brasileira
porque nem sempre o que vem de fora presta.

A nudez controlando os números acaba com a reputação.
Música tem de ser arte, não só o clipe.
Não venda o corpo, ofereça talento.
Que a moda agora rompa com o convencionalismo.

O rock ganhou certas cores, ninguém gostou.
As letras não abordavam nada superficial.
O sertanejo chegou à universidade com QI abaixo da média.
Do exacerbado romantismo para um repetitivo refrão.
Coreografias obscenas e nada mais.
O funk se popularizou com a vadia plagiadora.
Voz enjoada, pouco talento e muita prepotência.

Os anos 90 acabaram,
até parece que aquela felicidade gratuita ainda mora aqui.
Os anos 2000 fizeram o que puderam,
mas agora essas glórias são irrelevantes.
Vejo a criançada tão conformada, sei que meu mundo acabou,
que aquele sonho que eu vivi morre à meia-noite.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
" Amar é" há 8 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 6


PAU DE FITAS há 13 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 5


PAU DE FITAS há 13 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 5


Falta de Amor ao Próximo há 17 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 37


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 18 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 23 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16