Posso falar dela sem o risco de magoar alguém , pois falo de mim mesmo, sendo autocrítica ou melhor, rir de si mesmo e não dos outros, que é o que estamos precisando .
Começa lá com aquela coceirinha na nuca de que uma propaganda já falava, aí começam as "entradas" à semelhança dos bravos Bandeirantes ,passa para aquela coroinha atrás, meio de frade franciscano.Não adianta, se na sua familia é assim, provavelmente você ficará, não careca, que é a cabeça nua, mas parcialmente calvo.E não adianta xampu, tônico, tratamento; é perda de tempo; a testosterona, ou hormônio masculino é que causa calvície; sinal de que tudo está funcionando como se deve,ao menos uma notícia boa.
Alguns vão ficar com aquela moitinha pedindo para ser podada no meio da testa; outros ficarão com duas metades de cabelo e a calva no meio.Melhor assumir de vez; tudo o que fizer para disfarçar vai ser mais ridículo ainda, como, my God! Puxar o que restou de cabelo para cima e tentar tapar o aeroporto de mosquito! Alguns deixam barba para compensar o que falta em cima, mas, nada a ver; cabelo é cabelo barba é barba! Outros deixam crescer para os lados o que restou de cabelo e ficam ou parecendo com o Bozo ou com um dos Três Patetas.
Mas há coisa pior: peruca, o cúmulo do ridículo ; não é por menos que o Zacarias era um dos Trapalhoes ; ela pode cair, voar;lembro de um colega de trabalho que a segurava com as mãos para pentear ou sair ao vento.Exceçao feita àqueles com doenças graves ou atores, podemos dispensá-la.
E os interlaces da vida? Magina, ninguém percebeu que a calva foi disfarçada com um cabelão digno de roqueiro! Ou então a solução radical:rapar tudo! Mas aí lembramos que o cabelo tem uma função : proteger do sol e mesmo que seja pela metade, a outra se cuida com um boné.E você não será chamado de Kojak ou de Jornada nas Estrelas,A Nova Geração.
Por tudo que foi dito, não resta nada a fazer e sim assumir a carequice; isso demonstra que já tem alguma experiência, olha que legal, que vive as fases da vida e não quer nem parecer mais moço ou mais velho;tudo tem seu momento e muitos apreciarão sua "testa privilegiada", entrando agora no campo do politicamente correto.
Ângelo Ranieri