Em plena avenida
no centro da cidade
um sapo acha de passear
no meio dos carros
que passam a toda velocidade...
E o que foi que aconteceu?
Atropelaram o sapo
e o sapo morreu!
As pessoas que passam na rua
olham o acontecido,
cospem e insinuam:
xi, atropelaram um sapo!

Os namorados na praça
beijam-se absortos
felizes e feridos
porque alguém atropelou um sapo.
Eu perco o sinal, não atravesso a rua.
O sinal fechado, abre...
Um bêbado que passa, cambaleia e insinua:
cuidado, já atropelaram um sapo!

Então as pessoas se reúnem
e começam a gritar
esperando que as autoridades
uma providência venham tomar
porque...
Atropelaram o sapo.

A.J. Cardiais
13.01.1982