Uma minhoca
chega à uma toca
procurando um lugar
para se enterrar...

Coitada da minhoca...
A toca é cimentada.
Então a coitada
fica a se estrebuchar...

Rebola daqui, rebola dali...
E nada de encontrar um lugar
onde pudesse se enfiar.

Não aguentando ver
a minhoca se retorcer,
providenciei um lugar
onde ela pudesse morar...

Agora que ela tem uma toca,
nunca mais eu vi a minhoca.

A.J. Cardiais