O DESABAFO DE UM CÃO

23 de Abril de 2012 A.J. Cardiais Infantil 101

Eu sou um cão...
Enquanto abano o rabo
para o patrão,
ele está preocupado
se eu vi algum ladrão.

Ele só me deu abrigo
para ser seu guardião,
não seu amigo.

Me deixa acorrentado
para eu ficar estressado
e tornar-me agressivo.
Você nem imagina
como é que eu vivo.

Eu gosto de passear, sabia?
Gosto de andar nas ruas
e de sair mijando nos postes
para marcar como meu território.

Aqui eu como o pão
que o diabo amassou...
Quem foi que inventou
que um animal carnívoro
tem que comer ração?

Ração deve servir
para animais racionais.
Eu sou carnívoro, pô!
Para que servem os meus caninos?
Não é só para morder ladrão.

Pois é patrão...
O senhor me decepcionou.
Dizem que o cão
é o melhor amigo do homem.
Mas o senhor
só é amigo de um cão:
O Demo. Meu não.

A. J. Cardiais

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
SÓ PARA DIZER BOM DIA. há 2 horas

Fiz ao nascer da alva, Sob a luz que o sol irradia, Estes versos vindos d...
madalao Poesias 5


DEIXA-ME NO TEU VENTRE há 2 horas

Deixa-me, no teu ventre, eu ficar, Neste ninho de amor tão quentinho. L...
madalao Poesias 5


Equação do Amor há 2 dias

Corre pra mim... Talvez eu ainda não saiba o que é o amor; Não tenha ...
a_j_cardiais Poesias 52


Qual é a Nossa Parte? há 2 dias

O conceito arminiano de que devemos fazer a nossa parte para que Deus pos...
kuryos Artigos 12


"Lagrimas" há 2 dias

Um silêncio triste e profundo Uma lágrima caiu Na tarde fria, e escura ...
joaodasneves Poesias 12


Realidade, Deixe-me Sonhar há 2 dias

Ah, realidade, realidade... Você não respeita minha privacidade. Vo...
a_j_cardiais Poesias 56