Tempos depois chega de Nova York uma prima de Ashley chamada Tiffany, ela se dá super bem com a prima e não se viam faz tempo, Ashley fica radiante ao vê-la. Ashley conta para ela a história do Porto seguro, e Tiffany convence-a a ir nesse encontro, mas Ashley tinha medo dele ser perigoso, já que essas coisas são sempre perigosas, e Tiffany conta-lhe também que quer reencontrar um ex namorado, e esse era o principal motivo que a fez aceitar vir morar em L.A, e estudar. Eles namoravam lá em Nova York mas o rapaz se mudou com a família para L.A.

No dia seguinte Tiffany vai a escola tratar de sua transferência, Kelvin ia ao banheiro e se esbarra com Tiffany, quando ela regala os olhos, era ele, o amor de sua vida, bem na sua frente.

_ Kelvin? É mesmo você?
_ Tiffany?
_ Eu não acredito, meu Deus
Eles se abraçam, surpresos com a coincidência do reencontro.

_ Nossa, o que você faz aqui? Vocês não moravam em Nova York? Pergunta Kelvin surpreso
_ É, mas eu me mudei para cá, faz poucos dias, para morar com meu tio, e vim justamente tratar da minha transferência, mas nunca imaginei te reencontrar justo aqui!
_ Pelos vistos seremos colegas! Diz ele sorrindo
_ Nossa, como você está bonito, cortou o cabelo, você está mais gato ainda!
_ Que isso, imagina! Mas obrigado. Você, também contínua uma gata. Bem desculpa mas agora tenho de ir ao banheiro e voltar para aula, agente podia sair depois das aulas que tal?
_ Perfeito, minha prima também estuda aqui, por tanto eu posso te esperar, enquanto trato da minha transferência!
_ Nossa, que bom te rever viu.

Depois das aulas eles saem juntos para passear o matar as saudades.

Ashley chega em casa mas não encontra a prima, e ficam preocupados porque ela não conhecia ninguém na cidade.
Mais tarde ela regressa a casa, felicíssima, cantando, Ashley preocupada com o sumiço dela fica aliviada ao vê-la.

_ Por onde você andou? Agente estava aqui, morrendo de preocupação!
_ Ai prima, não te conto!
_ Pode começar a falar, por onde você andou? Você não conhece ninguém por aqui! Se você está com esse sorriso, é porque …
_ Eu encontrei ele!
_ Jura! Como? Quando? Onde? Conta tudo!

Ela conta como reencontrou seu amado e explica também que esteve com ele durante esse tempo.

No dia seguinte na escola, Karl vê Ashley conversando com um rapaz e fica possesso, vai até lá.

_ Ash! Precisamos falar! E você desaparece!

Ashley tenta ignora-lo mas o rapaz para evitar problemas decide ir embora.

_ Mas qual é a tua em Karl?
_ O que ele queria com você?
_ Eu não estou ouvindo isso, pois não!
_ Responde, o que ele queria?
_ Em 1º lugar você não tem nada a ver com isso, em 2º, você já não é mais meu namorado, e mesmo que fosse! Em 3º mete-se na sua vida.

Ela quis deixá-lo falando sozinho mas Karl a segura no braço, Kelvin vendo aquilo tenta defender Ashley se metendo na briga.

_ Largue ela cara!
_ Você não se mete porque o assunto não é contigo!
_ Eu me meto sim, eu não vou ficar quieto vendo você agredindo uma rapariga.
_ Olha aqui, some daqui se não …
_ Se não o quê?
_ Parem vocês os dois, chega! Karl mete uma coisa na sua cabeça de uma vez por todas, A-C-A-B-O-U. Está difícil ou quer que eu desenhe. Óptimo! Vamos embora Kelvin.

Ashley leva Kelvin daí, e o rapaz se mostra preocupado com ela.

_ Você está bem? Ele te machucou?
_ Eu não precisava da sua ajuda, eu tinha tudo controlado. Nunca mais se meta na minha vida.
_ Pelo amor de Deus, que garota difícil viu! Eu aqui preocupado com você …
_ Eu não preciso da sua preocupação para nada. Se mete na sua vida, e para de infernizar a minha! Larga do meu pé, garoto!
_ Você não passa mesmo de uma patricinha mimada, arrogante e histérica, acha por ser rica pode tratar as pessoas como quer! Mas fique sabendo que desse jeito você corre o risco de ficar sozinha. Ninguém mais aguenta esse seu mau feitio.
_ Quem você pensa que é para falar assim comigo? Eu não te dei confiança para falar assim de mim! Você pensa o quê? Eu não sou da sua laia, muito menos sou essas idiotas, oferecidas que te acham o máximo. Você limpe sua boca para falar o meu nome …

Kelvin farto de a ouvir gritar procura uma maneira de a fazer calar, mas não encontrava, ele pensava em deixá-la de novo falando sozinha, mas não porque essa ele já o tinha feito e não resultou. Ela continuava ofendendo, e gritando, então ele olha para ela e por um impulso agarra-a bem forte, encostando para bem perto dele, olha bem no fundo dos olhos verdes dela, que por sinal eram lindos, e dá-lhe um beijo, na frente de todo mundo, porque eles estavam no refeitório da escola.

Ashley empurra-o e tenta dar-lhe um tapa mas o rapaz segura sua mão, ela fica ainda mais irritada e sai daí como um furacão, todo mundo adora a atitude de Kelvin por ter conseguido domar a fera, e a ter colocado no seu lugar.

No fundo Kelvin fica balançado com aquele beijo. Mas quem assistiu a tudo e não gostou nada foi Tiffany e quando chega aos ouvidos de Karl ele se passa.

Mas Tiffany, resolve não levar em conta o ocorrido, porque todos diziam que os dois não se dão bem e aquilo foi apenas uma maneira de colocar Ashley nos eixos, por isso ela releva e vai falar com Kelvin, fingindo não ter visto nada. Ela queria apresentá-lo a sua prima, mas Kelvin tinha pressa de chegar a casa e deixam para o dia seguinte.

Ashley, também não parava de pensar no ocorrido, mas ela sentia ódio só de lembrar e passou o dia a falar disso para Paola. E Kelvin fez o mesmo com seu amigo.

Tiffany estava desesperada com a hipótese de perder Kelvin pela prima, e para afastar a prima de seu amado ela resolve contar a ela que Kelvin é o rapaz de quem gosta.

_ O quê? Não, não, não, isso não é verdade! Eu não ouvi direito! O Kelvin é o quê?
_ É isso, mesmo prima! O Kelvin é o rapaz de quem eu falo. Meu ex namorado e o amor da minha vida!
_ Mas prima, esse rapaz é um idiota de 1ª, um convencido, que até me chamou de mimada, logo a mim!
_ Eu ouvi tudo o que você disse sobre ele, olha que não foi pouco, você passou a tarde falando nele, mas mesmo assim eu não acredito que ele seja tudo isso que você acha não!
_ Prima, acorda, ele não é rapaz para você! Ele vive se exibindo para aquelas oferecidas lá da escola!
_ Isso é normal, ele é um rapaz bonito, aliás muito bonito, isso, você não pode negar. Mas não passa daquilo! Olha, eu conheço ele a algum tempo, agente namorou um bom tempo, e que ele ainda gosta de mim. E se vocês não se dão bem, também convenhamos né prima, você não facilita.
_ Ta, ta bom, talvez eu exagero um pouco, mas ele também …
_ Ashley
_ Ta bom, ta bom … Se é dele que você gosta tudo bem, mas não conte comigo para saídas com ele, e nem a conviver com ele aqui em casa caso ele venha te visitar.
_ Tudo bem, você está no seu direito. Obrigada prima, por compreender, eu, o amo de verdade.

Por mais que Ashley dissesse não se importar, Tiffany não estava segura, porque aquele ódio todo não era normal, então ela resolve ajudar a prima a conhecer o Porto Seguro, ela envia uma resposta ao Porto Seguro sem a prima saber, marcando um encontro. Ela queria ter certeza de que o rapaz não era perigoso.

Ela marca o encontro num local bastante frequentado, e quando ela chega no dia do encontro, no local vê um rapaz com as descrições exactas, ela vai até lá e pergunta em Porto Seguro e o rapaz se vira, ela tem uma grande surpresa, o porto seguro era nada mais do que seu amado Kelvin Sanchez.

“Eu não acredito nisso, isso não está acontecendo, o meu Kelvin é o Porto Seguro da Ashley! Não pode ser!”

_ Eu não posso acreditar você é a Estrela Cadente?

E ela para não perder o amado para prima resolve assumir ser ela a Estrela Cadente.

_ Sim! Meu Deus, mas como é o destino, eu nunca pensei …
_ Meu Deus, nem eu … até agora estou pasmo!
_ Pelos vistos o destino nos quer ver juntos de novo.
_ Talvez sim …

Eles ficam conversando, e ela diz que mentiu ao dizer que morava em L.A, mas só o fez porque sabia que iria para lá estudar. Sendo assim eles resolvem reatar o namoro porque Kelvin estava mesmo interessado na Estrela.
Mas Tiffany não estava satisfeita ainda, ela queria a prima o mais longe possível do namorado, e pede para ele parar de escrever porque já não seria necessário conversarem online como antes.

Kelvin tem um projecto em mente, para ajudar aqueles adolescentes que não conseguem ou seja não tem conversas com seus pais sobre a sexualidade, para que tenham uma cadeira extra curricular sobre o assunto, as dúvidas que assombram a juventude acerca do tema.

Dias depois, depois de pensar bastante, Kelvin decide conversa com o director a cerca do projecto, e o director simplesmente admira a coragem e a inteligência do rapaz e adora a ideia, Kelvin até já conhecia alguém que os poderia ajudar com as aulas, para o recomendar. O director anuncia aos alunos acerca da ideia de Kelvin, alguns alunos ficam super entusiasmados mas outros acham a ideia uma parvoíce, achando que já sabem tudo o que devem saber sobre o assunto, um deles é Karl, ele morre de ciúmes por ver seu pai defendendo e elogiando Kelvin por essa ideia, ele irá fazer de tudo para destruir esse projecto e ver Kelvin expulso do colégio. Quem também adora a ideia apesar de odiar o dono dela, é Ashley, ela tinha muitas ideias em mente e decide partilha-las com o director e o director os põe na frente do projecto.

Sendo assim Tiffany resolve agir para separá-los definitivamente e procura Karl.

Depois das aulas, aconselha a prima ir se encontrar com o Porto Seguro.

_ Sabe prima, porque você não vai se encontrar de uma vez com seu Porto Seguro, hein? Acaba logo com isso!
_ Ah, você sabe muito bem dos riscos que são esses encontros, e também, ele nunca mais disse nada, nunca mais escreveu.
_ Bem se eu te contar uma coisa você promete que não fica brava?
_ O que foi que você aprontou prima? Vai, fala!
_ Bem, então ta! Eu, dias atrás, resolvi marcar um encontro com ele, pronto falei.
_ O quê? Você enlouqueceu?
_ Mas calma, correu tudo bem ta. O rapaz é adolescente, me pareceu simpático, e é nosso colega.
_ Nosso colega? Quem será? Você me deixou curiosa!
_ Bem, eu resolvi me meter, e marquei outro encontro no sábado, para vocês se conhecerem, no mesmo lugar! Fiz bem?
_ Mandou muito bem, aí, prima obrigada. De verdade

Ashley se empolga e decide conhecer seu Porto Seguro de uma vez por todas.

Chegando no sábado, ela ansiosa vai até ao local do encontro ela fica a espera dele, porque Tiffany disse que eles acertaram tudo e ele reconheceria sua Estrela Cadente através de um lenço de estrelinhas que Ashley usaria, momentos depois chega em seu encontro um rapaz que a chama de Estrela Cadente, quando ela se vira tem uma surpresa, era o Karl.



Aguardo Comentários