TeenAge - Amor Adolescente 3

05 de Outubro de 2011 Yulouwill Juvenil 815

? Mas que palhaçada vem a ser esta?
? Ashley, sempre foi você, durante esse tempo todo?
? Espera ai, não estou entendendo nada, o que você faz aqui Karl?
? Eu quem te pergunto, eu vim ter um encontro com uma rapariga que conheci na Net, e não estava nada a espera que fosse você a minha estrela cadente. O destino faz de tudo para nos juntar, oh meu Deus obrigado.
? Você esta mesmo esperando que eu acredite nessa palhaçada.
? Você não está feliz por ser eu seu porto seguro?
? Faça me um favor Karl, como você soube dessa história?
? Eu já te disse, eu sou o porto seguro. Ta bom, eu confesso que já sabia que era você, eu me encontrei dias atrás com a sua prima.
? Aí meus Deus, isso não estão acontecendo. Me digam que é um pesadelo.
? Você devia ficar feliz, afinal podia ser qualquer um, ou mesmo um tarado qualquer, eu sempre te dizia, lembra? Nas nossas conversas, de que eu era um adolescente!
? Com que então você está muito arrependido de tudo que me fez, e andou paquerando outra pela Net, você não muda mesmo.
? Mas essa outra é você mesma eu, já…
? Aquela era a estrela cadente e podia ser uma garota qualquer…
? Mas eu estou tentando dizer que … Ah, não vai me dizer que estas com ciúmes …
? Ciúmes, eu, eusinha com ciúmes de quem, você? Garoto se enxerga, te olha no espelho, cresça e apareça, vai ver se estou na esquina e aproveita fica por lá mesmo.
? Ash espera, volta aqui, vamos conversar...

Ashley pega nas suas coisas e se vai embora, Karl tenta ir atrás dela mas ela sai disparada que não deu para alcançá-la.

Ashley chega em casa furiosa, mais furiosa do nunca, vai para o quarto e apaga todas as mensagens do porto seguro, ela viu seus sonhos destruídos, se sentiu enganada, ela esperava ser um rapaz diferente, bastante diferente de Karl, mas não o azar foi tanto que era o próprio Karl o porto seguro. Nesse dia Ashley chora bastante, de raiva, de tristeza, de tudo.

Karl volta em casa furioso joga a pasta num canto e pega no celular e liga para Tiffany.
? Deu tudo errado, grande plano esse seu né! A minha vontade é de bater em alguém!
? Oh, calma, respira, eu não consigo entender nada, me explica isso direito.
? A Ashley não só me rejeitou como também me odeia mais ainda.
? Eu não consigo entender nada. Explique-se.
? Você disse que o plano era me reconciliar com ela, mas deu tudo errado, ela me odeia mais ainda.
? Mas ao menos ela se convenceu que você era o porto seguro esse tempo todo?
? E o que isso importa agora? Você não está me ouvindo não, por esse motivo ela me odeia ainda mais, escutou agora?
? Vê-se mesmo que você não percebe nada de guerra, calma, não está tudo perdido ainda. Dentro em breve você e a minha prima estarão juntos de novo. Dá-lhe tempo.
? Tempo, tempo, estou farto de esperar, e quer saber eu não sigo mais os teus planos, acabou-se…
? Deixa de ser idiota Karl, você quer que a Ashley descubra que o Porto Seguro é o Kelvin quer?
? Também não seria má ideia, assim ela o odiaria ainda mais e desistiria de fazer esse maldito projecto com ele.
? Você enlouqueceu? Não, só pode! Esqueceu que eu os vi aos beijos em pleno refeitório esqueceu? Esses dois brigam, brigam, se odeiam mas no fundo pode existir algo muito mais do que isso e contando a verdade você estaria alimentando essa chama entendeu agora oh idiota!
? Ta, ta bom, seria uma estupidez contar a verdade.
? Juntos, afastaremos os dois para sempre! Então você alinha ou vou ter de procurar outra pessoa?
? Tudo bem, eu alinho. Pode contar comigo.
? Óptimo. Mas espera aí, estou acabar de ter uma ideia...
? Espero que não seja como a outra.
? Não, escuta, vamos nos encontrar em sua casa e lá eu te conto tudo ta bom.
? Ta bom, mas vem logo se não vou morrer de curiosidade.
? Nunca ouviu dizer que a curiosidade matou o gato?

Tiffany desliga e se prepara para sair quando Ashley entra em seu quarto.

? Prima o que aconteceu? Você parece arrasado e triste, tem algo haver, com o encontro de hoje? Aliás você não me contou como foi?
? Tem tudo haver.
? O que houve? Ele te agarrou?
? É bem pior do que isso.
? Você me assusta falando assim.
? Adivinha que o cara, que você conheceu noutro dia, e que tem me paquerado esse tempo todo com falinhas mansas, palavras doces e confortantes, era o Karl meu ex namorado.
? Não me diga! Meu Deus, mas eu nunca iria imaginar que… aquele rapaz fosse o cafageste do teu ex.
? Eu não sei mais no que pensar, estou confusa e baralhada.
? Talvez ele sabia desde o início que era você, mas nunca teve coragem de dizer por medo que o desprezasses, como acabaste de o fazer. Ao menos ele se explicou?
? Não, eu não lhe dei tempo para isso e saí correndo.
? Bem prima talvez ele tenha uma boa explicação para tudo isso, talvez até ele esteja mesmo arrependido e a única maneira que ele encontrou foi essa de se desculpar. Mostrando um lado pouco conhecido dele.
? Vê se mesmo que você não conhece o Karl, ele nunca foi de falas mansas, muito menos de uma coisa como o porto seguro fazia, me mandar rosas virtuais a toda hora, poemas lindos, frases carinhosas.
? Talvez ele quis surpreender-te de alguma maneira, pense nisso antes de atacá-lo, e estares a cometer uma grande injustiça com o pobre rapaz.

Tiffany levanta-se e vai ao espelho acabar de se arranjar.
? Vai sair?
? Vou. Vou ter com o Kelvin
? Ah, adoraria desejar-te alguma coisa mas nada de bom sai daquele rapaz, nem sei o que você viu nele. Mas em fim, gostos não se discutem não é?
? Ah, você só diz isso porque não o conheces como eu o conheço.
? Ok, vou para o meu quarto, pensar.
? Ah, prima, não te esqueças do que falamos, pense nisso com calma, ta?

Tiffany descia as escadas e pensava em como foi fácil dar a volta em Ashley acerca do porto seguro ser o Karl e sente que seus planos estão a dar certo, e que dentro em breve Ashley estará de novo com Karl e ela poderá ficar a vontade com seu Kelvin, e sem perde mais tempo vai logo contar ao Karl.

Em casa de Ashley a campainha toca a empregada não abria, então ela mesma resolve ir abrir, e tem uma surpresa, era Kelvin com flores nas mãos, bem na sua frente.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Te Desejar Só, Não Basta há 11 horas

Fico aqui te desejando... Mas você bota tanto empecilho, tanta dificulda...
a_j_cardiais Poesias 40


Só Fale de Amor Com Sinceridade há 11 horas

Não faz mal nenhum você dizer para alguém: Eu te amo! Não faz mal ...
a_j_cardiais Poesias 26


"Confesso-te que..." há 17 horas

Ao perder um grande amor, Confesso que até chorei, Mesmo assim tudo ...
joaodasneves Poesias 7


Vida Pela Via da Fé há 19 horas

O que poderia o ministério da Lei sob o Antigo Testamento, fazer por si m...
kuryos Artigos 10


Para quem é a Mudança da Lei de Moisés há 21 horas

O apóstolo Paulo afirma que o crente não está sob a lei e sim sob a gr...
kuryos Mensagens 8


Cultivando Observações - 1 há 23 horas

Eu vivia arrastando silêncios, pelas plataformas da vida. Agora dispenso...
a_j_cardiais Poesias 31