"Entretanto, isso poderia acontecer com qualquer um, não? Qualquer um que não tivesse muita sorte. E aquele homem que morrera fatalmente não estava tentando me matar, talvez ele só estivesse com uma arma. Sei lá. Como posso saber os motivos de alguém que anda com uma arma? Deve ter sido por segurança, não? Não foi isso que justificava o NÃO das pessoas no referendo do desarmamento? Embora ele não devesse ter levado uma arma para a festa de todo modo.


Talvez ele soubesse que Dan planejava matá-lo. Ou talvez nem houvesse arma nenhuma, como a polícia confirmara. Estava muito escuro, no final das contas. Assim eu me sentia melhor. Dan era outra coisa. Ainda não conseguia explicar para mim mesma sua aparição e me confortar de que ele não era um perigo."

continua: http://quimera1.blogspot.com.br/2012/08/entretanto-isso-poderia-acontecer-com.html