Destinos Traçados

11 de Junho de 2013 YulouWill Juvenil 608

Cap.1 – O 1º Olhar

Estados Unidos da América, Nova York, Manhattan.

O dia estava frio, era princípio de inverno, em um dos prédios dessa linda cidade estava eu, apreciando as pessoas a passarem.
Aí desculpa, eu não me apresentei! Cabeça a minha. Chamo-me Selena, não sou a cantora, quem me dera que fosse, mas não. Sou apenas uma rapariga comum, sonhadora e em busca de seu príncipe encantado.

Estamos nessa cidade para estudarmos a faculdade. Digo, estamos porque não estou só, estou com minha melhor amiga, ela se chama Shania, ambas sonhamos em nos tornar estilistas famosas, por isso viemos para cá. O apartamento é simples, mas muito confortável, e a gente deixou do nosso jeito. Ah e falando nela ela acabou de entrar.

_ Está falando sozinha Selly?
_ Eu? Imagina… estava aqui com meus pensamentos! Então comprou?

Aproximando-se entusiasmada Shania, vem até minha direcção, ela enfrentou o frio lá fora atrás de chocolate. Você deve estar confuso! Eu explico, é um hábito que a gente tem de comer chocolate enquanto assiste DVD – Sorrindo – Shania pulando o sofá se juntando a mim, o DVD já estava no leitor. Era um filme romântico, uma comédia romântica, ele falava de uma jovem que se apaixona por um homem bem bonito, mas que a magoou, ela vai para outra cidade e lá ela conhece outro bonitão, mas este por sinal é um mulherengo, e confesso que estou louca para saber com quem ela vai ficar no final. O filme se intitula Destinos Traçados.

Ah e logo à noite a gente têm um encontro com a galera da faculdade, num dos bares mais badalados da cidade. Por mim, eu ficava aqui sentada, sonhando, mas Shania diz que é importante a gente conhecer novas pessoas, desenvolver laços na cidade. Aí gente me desculpa porque agora vou ver meu filme.

Manhattan tribunal federal

Klark Manfredy estava defendendo mais um caso complexo. O julgamento estava bem encaminhado á seu favor, ele estava seguro e confiante como sempre. Os jurados estavam reunidos e só estavam aguardando a sentença do juiz. Mas tudo indicava que Klark havia ganhado mais esse caso. É sobre negligência médica.

_ Fique calmo Dr. Freddy, com os argumentos e com o testemunho de Sarah a enfermeira, o juiz vai considerar-te inocente – Diz, ele confiante, se baseando no bom desempenho prestado no tribunal.
_ Eu confio em você, Klark – Segurando as mãos dele.

Nesta feita os jurados regressam com a sentença, que logo é entregue ao juiz. Ele começa ler a sentença.

_ Pelas leis, e todos os fatos aqui avaliados, esse tribunal considera o réu inocente.

Levando ao rubro o tribunal todo, aplausos e abraços são distribuídos. Todo mundo parabenizando a eficácia e a eficiência de Klark que se manteve sempre firme do princípio ao fim. E Dr. Freddy abraça-o, alegre e aliviado.

_ Muito obrigado – com lágrimas - muito obrigado, eu não sei como agradecer…
_ De nada, eu não fiz mais do que minha obrigação, afinal de contas o Senhor É inocente.

Mais uma vez ele abraça seu herói salvador. E chega ao encontro deles, George, o melhor amigo de Klark, já a saída da sala.

_ Parabéns, mais um caso ganho…
_ Obrigado – sorrindo - mas nada mais do que minha obrigação…
_ Ah cara! Modéstia, a essa altura do campeonato! Isso merece uma comemoração
_ Não sei…
_ Nada disso, dessa vez você não me escapa, vou te buscar as 9! E a noite será nossa… a gente vai ao Sunshine Club… a gente vai se divertir muito, você vai ver! – George sorria
_ Meu Deus, eu mereço mesmo!
_ Dessa vez você não me escapa Klark Manfredy – Batendo com as mãos nos ombros de Klark

A saída do tribunal, fotógrafos e jornalistas vêm prestigiar mais uma vitória na carreira de Klark Manfredy.

De noite, as amigas se preparam, para arrasar na noite, Shania como sempre estava num exagero, uma maquilhagem forte e chamativa e um vestido bem curto tomara que caia preto e botas pretas. Por cima colocando uma manta em pelos de onça, por causa do frio. Selena optou por algo mais simples, um vestido até ao joelho, azul-escuro, sandálias em salto alto, cabelo solto, e uma maquilhagem bem leve.

Chegando ao Club, Shania e Selena se dirigem ao balcão do bar.

Nesse instante entram também Klark e George, os dois elegantíssimos, e Shania sentada no bar num lugar bem privilegiado a entrada.

_ Amiga! Pare tudo! Porque eu vou ter um ataque! – Admirada, sempre olhando na entrada.
_ O que foi? – Perguntei eu sem perceber
_ Olha só a entrada!

Eu sem dar muita bandeira, olho discretamente à entrada do bar, mas sem querer meu olhar se cruza com a do homem de olhos azuis sedutores, e eu sinto meu corpo arrepiar.
Porque será?

Desviei meu olhar rapidamente! Puxa! Meu Deus, em toda minha vida nunca tinha visto um olhar tão intenso, gostei dele! Não sei porquê, mas gostei. Senti um calafrio percorrendo meu corpo, e pedi ao barman uma bebida bem forte para despertar. Uma Coca-Cola gelada é isso mesmo.

_ Amiga, eles são uns gatos! – Diz Shania babando, olhando fixamente para um deles, ou será para os dois? Não importa. Também do jeito que ela é louca em ser vista! Não me espantava nada que ela quisesse ir ate lá falar com eles.

Entrada do bar

Klark
A música estava muito boa, e George começava ensaiar novos “Passos de dança”, se é que eu posso chamar isso de “ passos de dança” mas enfim.

Algo curioso foi àquela rapariga! Porque me senti estranho, por um simples olhar? Será que eu devo ir ter com ela agora? E o que eu vou dizer? Bem, suponhamos que eu vá falar com ela, mas e se ela estiver acompanhada? Não acho melhor não, só faltava agora me meter em confusões. Melhor eu ficar quieto no meu canto.

E lá vem o George, na certa vem encher meu saco, e vai querer que a gente vá conquistar umas meninas por aí, mas aviso já que estou fora.

_ E Então! Está parado porquê? – Diz George dançando e vindo em direcção a mim, arriscando a dança de Michael Jackson. Eu odeio quando ele faz isso, que vexame! Ainda bem que ninguém me conhece por aqui, já pensou nas manchetes? Seria terrível!

Eu não respondi, simplesmente cruzei meus braços e o encarei com cara de aborrecimento e muito tédio, eu queria estar em minha casa, na minha cama dormindo!

_ Vá lá! Ânimo, cara! Nem parece que você acabou de ganhar o 100º caso de sua vida em apenas 3 anos de carreira. Você é um dos melhores advogados de Manhattan só para não dizer de Nova York!
_ Ah, não exagera George!
_ Cara, pelo menos uma vez na sua vida, viva a vida. Sinta ela! Se divirta! Você é jovem, a vida não é só feita de trabalho! – Lá vem ele com a mesma conversa de sempre.

_ Eu não tenho tempo para essas idiotices! – Respondi firme
_ E desde quando que diversão é idiotice? Você não tem tempo para nada cara! Passa a vida, enfiado no escritório, só pensa em trabalho e mais trabalho. A vida é muito mais do que isso, meu amigo. Vamos lá, hoje é dia de comemorar! – Tentando me puxar para dançar, mas eu me esquivei e decidi ir até ao bar beber qualquer coisa saudável.

No Bar

Selena
Eu não deixava de reparar no homem dos olhos azuis, tinha qualquer coisa nele que me chamava atenção, só não consigo explicar exatamente o quê!

Ai meu Deus! Ele vinha exatamente em direcção ao bar, eu estava sentada no balcão do bar, de frente a pista de dança, e de costas ao barman, reparava na elegância em que ele vinha caminhando e de repente nosso olhar se cruza novamente, e o calafrio toma conta do meu corpo novamente! Ai, porquê isso está sempre acontecendo? Sempre que nosso olhar se cruza? Que droga! Será um aviso? Aí Selena esquece, beba sua Coca-Cola que é melhor.

Desviei o olhar novamente e me virei para o bar, bebendo minha cola que estava ótima, e ele o que fez? Vocês não vão acreditar! Foi se sentar do outro lado do bar de frente a mim! Vê se pode uma coisa dessas? O que esse cara quer afinal? Seduzir-me com seu olhar e seu charme? Quem ele pensa que é? Mas o que mais me irrita nisso tudo é que a estratégia dele está funcionando. Quem é esse cara?

Outro lado do Bar

Klark
Eu fui me sentar ao balcão do bar, e pedi um refrigerante! Porque eu não costumo beber álcool! Eu sou Advogado e preciso me manter sóbrio sempre.

E me vi pensativo, analisando o que George disse.

_ Será que George tem razão? Será que perco mesmo muito tempo trabalhando? Mas eu não penso tanto em trabalho assim. Ou será que sim?


Do outro lado do bar

Selena
Shania estava do jeito que ela adora, chamar a atenção! Ela decidiu ir dançar com o amigo do homem sedutor, dos olhos azuis. Ela não perde tempo mesmo.

_ Você não vem Selly? – Pergunta Shania indo em direcção a pista.
_ Não, vai você, eu fico aqui! Curtindo minha Coca-Cola – Respondi após dar um gole na minha cola gelada, do jeito que eu gosto.
_ Tudo bem, você quem sabe! Porque eu, querida, não perco essa oportunidade por nada nesse mundo! Fui – Diz, ela dançando em direcção ao amigo gato do outro gato dos olhos azuis sedutores. E quando eu me volto ao bar, lá estava aquele olhar novamente cruzando o meu! Outra vez?

Shania dançava que nem uma louca com um cara que ela nunca viu na vida, eu apreciava os dois dançando, quando de repente alguém se senta no lugar de Shania! Era um homem, que aparentava ter uns 25 anos, eu nem reparei, fiz de conta que não o vi, mas aí não é que o cara começa a se meter comigo!

_ Então Gatinha, está a fim de dançar?

Eu olho para ele – não obrigada – Eu respondi educadamente e voltei o olhar para pista

_ Você é linda sabia? Não quer dar um passeio no meu carro? – Ele insistia
_ Não obrigada – Me levantei para evitar problemas
_ Calma aí gatinha! Onde pensa que vai? Vamos conversar – Segurando em meu braço
_ Me solta, eu já disse que não quero… – Tentei soltar meu braço.
_ Qual é gata! É só uma voltinha não tem mal nenhum – Ele insistiu
_ Eu já falei para você me soltar! – Respondi tentando soltar meu braço

De repente surge uma voz por trás de mim

_ Algum problema?

O DJ troca de música de repente, de Back in Time – Pitbull para Today was a fairytale – Taylor Swift! A minha canção favorita!

Eu me volto, em busca da voz que soava por trás de mim, e quem eu vejo? Ele! Bem ali atrás de mim, com seus belos olhos azuis sedutores, tão pertinho de mim!

Meu corpo estremeceu de repente, meu coração acelerou, e dessa vez foi intenso, e eu me perguntei mais uma vez porquê! Porquê, eu sentia essa sensação estranha sempre que ele simplesmente olhava para mim?

Today was a fairytale
You were the prince
I used to be a damsel in distress
You took me by the hand and you picked me up at six
Today was a fairytale

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Para quem é a Mudança da Lei de Moisés há menos de 1 hora

O apóstolo Paulo afirma que o crente não está sob a lei e sim sob a gr...
kuryos Mensagens 5


Cultivando Observações - 1 há 2 horas

Eu vivia arrastando silêncios, pelas plataformas da vida. Agora dispenso...
a_j_cardiais Poesias 17


"É tarde demais" há 4 horas

Não há mais tempo Não adianta agora chorar É tarde demais. É tarde ...
joaodasneves Poesias 8


"Amada Amante"... há 4 horas

A primavera chegou, sai como sempre o dia estava bonito, o sol brilha...
joaodasneves Prosa Poética 4


"Eu queria" há 4 horas

Eu queria tanto beijar a tua boca e abraçar-te intensamente. Eu queria t...
joaodasneves Pensamentos 3


"Sabor dos teus beijos" há 4 horas

Parece que foi ontem vi-te passar naquela estrada Cruzei contigo um simpl...
joaodasneves Poesias 5